🕗 Tempo de leitura: 14 minutos

Não importa em qual momento da carreira você esteja. Provavelmente, se ainda não é um sonho, um dia será.

O mercado imobiliário vem crescendo muito ao longo do tempo, e por consequência, o desejo de saber exatamente como abrir uma imobiliária e as melhores práticas a seguir fazem parte desse crescimento.

Por isso hoje, entregamos um guia completo para você que deseja abrir seu próprio negócio. Mas, ainda não sabe ao certo por onde começar e os frutos que isso pode te render.

Vale ressaltar de antemão que não é um negócio fácil e de dinheiro imediato. Porém se você trabalhar corretamente, escolher o modelo certo de acordo com seu investimento e sobretudo, se dedicar. Com toda a certeza vai montar uma imobiliária de sucesso.

Acompanhe a leitura e saiba mais.

Veja também: O Guia completo sobre Gestão Imobiliária

O que é Necessário para Abrir uma Imobiliária?

O propósito deste conteúdo é cercar todos os pontos que envolvem a abertura de uma imobiliária. Permitindo então, que você execute cada uma das etapas necessárias sem nenhuma dúvida.

Neste artigo você vai ver:

Como tirar o CRECI?
As diferenças entre abrir uma imobiliária pessoa física ou jurídica
Entendendo como montar uma imobiliária pessoa física
Entendendo como abrir uma imobiliária pessoa jurídica
Quais os passos para abrir uma imobiliária
4 tipos de imobiliária para você considerar
Como abrir uma imobiliária virtual
Como abrir uma imobiliária com escritório interno
Como abrir uma imobiliária com fachada
Como abrir uma franquia imobiliária
Branding: criando a identidade visual da sua imobiliária
Plano de negócios para imobiliária
Estruturando o time da imobiliária
Como montar uma equipe para imobiliária
Definindo os processos operacionais
Não esqueça do marketing imobiliário
Quanto fatura uma imobiliária?
Abrir uma imobiliária é um bom negócio?

Como tirar o CRECI?

Em primeiro lugar, antes de se preocupar em como abrir uma imobiliária precisamos ressaltar a necessidade de se tornar um corretor de imóveis.

Ou em alguns casos, entrar como sócio em uma empresa imobiliária juntamente com um corretor.

Então, vamos partir do principio que você não deseja sócios nesse primeiro momento e vamos ao resumo de como tirar o Creci ok?

O primeiro passo para se tornar um corretor de imóveis é ingressar em um curso de TTI (técnico em transações imobiliárias). Que por sua vez, pode ser feito de forma presencial ou à distância. Fica a seu critério.

Há também um curso superior de Ciências Imobiliárias que tem o mesmo propósito.

Ainda no decorrer do curso de corretor de imóveis você terá o seu primeiro contato com o Creci, para tirar sua carteira de estágio.

Assim como em toda profissão, o Creci exige que se cumpra pelo menos 130 horas de estágio antes de se formar. Portanto, quando você receber seu certificado de conclusão de estágio, guarde. Ele será necessário para tirar o Creci definitivo.

O terceiro passo é justamente obter o Creci definitivo. Para isso, basta acessar o portal do Creci da sua região, preencher o formulário online, juntar a documentação exigida (está descrita no site) e por fim, realizar o pagamento da taxa administrativa (o boleto é impresso junto com a inscrição).

Assim que realizar os procedimentos anteriores, basta protocolar seu pedido na cede do Creci da sua região.

Aproximadamente de 30 à 45 dias você será convocado para a solenidade no Creci onde vai receber sua carteira profissional de corretor de imóveis.

Para saber com mais detalhes sobre o assunto, indicamos a leitura complementar: O Que Precisa para Ser Corretor de Imóveis: 4 Passos Principais

Se você já passou por isso, é normal que agora escolha a sua área de atuação antes de pensar em abrir uma imobiliária.

As Diferenças Entre abrir uma Imobiliária Pessoa Física ou Jurídica

Nesse ponto você vai precisar escolher entre abrir um escritório imobiliário como pessoa física ou abrir uma imobiliária como pessoa jurídica. Por isso, vamos elencar algumas diferenças entre as duas.

Escritório imobiliário pessoa física

Para abrir um escritório imobiliário como pessoa física você não precisa portanto, ter o CNPJ. Mas, o Creci impõe algumas regras para o funcionamento adequado da imobiliária. Tais como:

  • Não pode haver um nome fantasia
  • Deve estar descrito como “Corretor de Imóveis” toda propaganda e publicidade que envolvem o escritório
  • A mensalidade do Creci continua no mesmo valor

Imobiliária pessoa jurídica

Já para abrir uma imobiliária pessoa jurídica existem outros critérios a serem seguidos, vamos à eles:

  • Precisa ter um registro de CNPJ
  • É necessária ser feita alteração no Creci da região que atua
  • Pode haver nome fantasia (de acordo com o registrado no Creci)
  • Pode ser autônomo ou em sociedade, contanto que pelo menos 1 sócio seja corretor de imóveis.
  • A mensalidade do Creci é alterada à partir do momento da mudança de PF para PJ.

Entendendo Como Montar uma Imobiliária Pessoa Física

Como falamos anteriormente há formas de abrir uma imobiliária pessoa física. Mas, uma dúvida ainda frequente no mercado imobiliário é justamente se o corretor de imóveis pode optar por ser MEI. Então vamos abordar esse assunto mais de perto.

Corretor de imóveis pode ser MEI?

Após muitas discussões fica decidido que o corretor de imóveis não pode se tornar MEI, isso porque essa já é uma profissão regulamentada.

Apesar de alguns corretores de imóveis se enquadrarem nos demais critérios para adoção do MEI como por exemplo:

  • Renda anual não ultrapassar 81 mil reais
  • Contratar apenas 1 funcionário
  • Não ser sócio de outra empresa

O benefício do MEI é apenas para regulamentar profissões antes, informais. O que portanto, não é o caso da corretagem.

No caso de optar então, por abrir um escritório imobiliário como pessoa física você deve se atentar para as regras do Creci.

Você pode ver mais sobre isso no conteúdo que escrevemos sobre as regras do Creci para anúncios de imóveis.

Entendendo Como Abrir uma Imobiliária Pessoa Jurídica

Antes de falarmos sobre os pré requisitos e passos para abrir uma imobiliária pessoa jurídica entenda as vantagens de ter um CNPJ:

  • Você terá mais facilidade na abertura de contas bancárias
  • A linha de crédito é facilitada para empresas
  • O corretor de imóveis pode ter descontos na compra de automóveis (em lojas parceiras do Creci)
  • Dá o direito ao auxilio maternidade
  • Auxilio doença
  • E aposentadoria

Superar desafios é algo comum na carreira de um pequeno empresário, e isso começa na escolha da modalidade de empresa que deseja abrir.

Portanto, vamos conhecer agora os tipos de empresa que você pode abrir.

Tipos de Empresa para Corretores Autônomos

Se a sua pretensão é abrir uma imobiliária sozinho, como corretor autônomo, existem 3 tipos de empresa para você escolher:

  • Empresário Individual (EI)
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI)
  • Sociedade Limitada Unipessoal (SLU)

As características de abrir uma empresa como EI:

  • Patrimônio individual e da empresa são unificados
  • Se o faturamento da imobiliária for de até 360 mil reais anuais a empresa fica registrada como ME. No caso de ultrapassar esse valor o registro será feito como EPP (empresa de pequeno porte).
  • Faturamento anual ilimitado
  • Ideal para profissionais autônomos
  • Carga tributária de acordo com o Simples Nacional

As características de abrir uma empresa como EIRELI:

  • Não permite a inclusão de sócios
  • Faturamento anual é ilimitado
  • Carga tributária referenciada pelo Simples Nacional
  • Capital mínimo para abertura da empresa é de 100 vezes o salário minimo atual. E qualquer bem pode ser utilizado para contabilizar o valor
  • O patrimônio individual e da empresa são separados
  • Após a razão social deve vir escrita a sigla EIRELI obrigatoriamente

As características de abrir uma empresa como SLU:

  • Não permite a inclusão de sócios
  • O patrimônio individual continua preservado
  • Não exige um valor de capital minimo para iniciar
  • A carga tributária é referenciada pelo Simples Nacional
  • Faturamento anual ilimitado
  • Pode ser utilizada mesmo que já seja dono de outra empresa

Tipos de Empresa com Sociedade

Agora, se você vai iniciar sua imobiliária juntamente com outro, ou outros, sócios, há mais 3 opções de empresa para você escolher. São elas:

  • Sociedade Empresária Limitada
  • Sociedade Simples
  • Sociedade Anônima

As características de abrir uma empresa como Sociedade Empresária Limitada

  • Possibilidade de incluir novos sócios através de um contrato social
  • Utilização da sigla ‘LTDA’ que permite separar o capital social da empresa do individual dos sócios
  • Pode haver alteração de sócios irrestritas contanto que o contrato social seja alterado também
  • Permite que haja um administrador não pertencente ao quadro de sócios
  • Os investimentos provenientes dos sócios podem ser iguais entre todos ou correspondentes à porcentagem de cada um na empresa
  • Não exigência de um valor minimo de investimento de capital inicial

As características de abrir uma empresa como Sociedade Simples

  • Modelo de empresa adotada para a prestação de serviços (corretores, advogados, dentistas e etc)
  • Todos os sócios que compõe a empresa devem seguir o mesmo ramo de atuação
  • Fica à critérios dos sócios optar por uma Sociedade Simples Pura onde há junção de bens pessoais com o patrimônio da empresa. Ou a Sociedade Simples Limitada onde há separação de bens.

As características de abrir uma empresa como Sociedade Anônima

  • A empresa segue da sigla S.A
  • Os sócios dividem o capital em ações e são chamados de acionistas
  • Tipo de empresa que permite comprar e vender ações (algo normalmente visto em grandes corporações)
  • A Sociedade Anônima é ainda dividida em duas modalidades: Capital Aberto (com ações na bolsa de valores) ou Capital Fechado (venda de ações apenas entre sócios e convidados).

Como funcionam as tributações

Algo que é fundamental para a escolha do tipo de empresa quando montar sua imobiliária é a tributação.

Isso porque, atualmente a melhor forma de tributação é o Simples Nacional. Mas, nem todos os modelos de empresa se enquadram nos critérios para serem optantes do Simples.

O Simples Nacional é uma taxa unificada dos impostos que precisam ser pagos ao Governo Federal, referente ao faturamento anual do optante.

Com a adoção do Simples Nacional, os tributos como ICMS, IPI, IRPJ, CSLL, PIS, COFINS, ISS e INSS são unificados e pagos em uma única guia. A apuração dos valores é calculada de acordo com a receita bruta da empresa.

Mas, quem pode optar pelo Simples Nacional?

  • Micro empresas – Faturamento anual até 360 mil reais
  • E as Empresas de pequeno porte – Faturamento anual até 4,8 milhões

Em contra partida, não podem optar pelo Simples Nacional:

  • Empresas que tenham outra PJ como acionista
  • Empresas que participem do capital de outra empresa
  • Filiais de empresas com sede no exterior
  • Que tenha algum sócio que more no exterior
  • Cooperativas
  • Que exerçam atividades de loteamento e incorporação de imóveis ou locação de imóveis próprios.
  • Que possuam débitos com o INSS ou com as Fazendas Públicas Federal, Estadual ou Municipal

Por fim, se você se enquadrar nesses critérios para ser um optante desse tipo de tributação seus encargos que antes poderiam chegar até 20% sobre o seu faturamento, agora caem para aproximadamente 6%.

Quais os Passos Para Abrir uma Imobiliária

A formalização da abertura da sua imobiliária é a primeira etapa para poder iniciar suas atividades.

1. Escolher o tipo de empresa

Entre as opções que falamos anteriormente, você deve primeiramente escolher a que melhor se encaixa em seus planos.

2. Contratar um contador

Você vai precisar de um contator para abrir a sua empresa imobiliária. O contador será o seu maior aliado tanto para organizar a abertura quanto para manter tudo em ordem.

3. Elaborar o contrato social

Normalmente a elaboração do contrato social fica a encargo do contator. Só irá utilizar um contrato social as empresas que contenham sócios. Portanto, se você optou por uma empresa individual não se preocupe com isso.

4. Verificar se o nome da empresa está disponível

Não será possível abrir uma imobiliária se você escolher um nome cujo o objeto social da empresa é o mesmo de outra em funcionamento.

Isso significa, que você precisa escolher um nome que nenhuma outra imobiliária tenha no seu estado. E para verificar essa disponibilidade você pode acessar o site da Junta Comercial.

5. Registro na junta comercial

Agora chega o momento de fazer o registro na Junta Comercial do seu estado ou no Cartório de Pessoas Jurídicas. É à partir desse registro que sua empresa passa a existir oficialmente.

6. Alvará de localização e funcionamento

Esse no caso, é o principal documento obtido no município. Ele é a autorização final que vai permitir abrir as portas da sua imobiliária.

Para obter esse alvará você precisa ir até a prefeitura da sua cidade e comprovar que reúne todas as condições exigidas por lei para exercer a atividade da sua imobiliária.

Essas condições podem variar de acordo com cada município, então, sugerimos que você pesquise na sua prefeitura antes.

7. Inscrição estadual na Receita Federal

A maioria dos estados do Brasil tem um convênio junto à Receita Federal, que possibilita conseguir realizar a inscrição estadual de forma online. Junto com o CNPJ. E por meio de um cadastro único.

8. Licenças de funcionamento

O tipo de licença exigida pelo município ou estado pode variar. Entretanto, há uma licença que todas as empresas estão sujeitas: A Vistoria de cumprimento das normas de segurança. Ela é realizada pelo Corpo de Bombeiros.

9. O Creci

Por fim, basta se dirigir ao Creci que atende a sua região e preencher a solicitação para obtenção do Creci Jurídico. O ideal é se informar antes no Creci sobre as taxas que são cobradas e os documentos necessários. Alguns deles são:

  • Requerimento preenchido e assinado pelo corretor de imóveis e sócios (se houver)
  • Contrato social
  • Alvará de localização
  • Comprovante de pagamento da anuidade
  • Comprovante do CNPJ

Os valores para a inscrição do Creci Jurídico serão de 50% do valor da anuidade.

E por sua vez, a anuidade é cobrada de acordo com o tipo jurídico de empresa e também de acordo com o capital social (valor inicial de investimento declarado).

No caso de uma imobiliária com o capital social declarado até 50 mil reais a anuidade do Creci Jurídico fica em R$ 1.304,00.

4 Tipos de Imobiliária Para Você considerar

Existem pelo menos 3 tipos de imobiliária que você pode considerar abrir.

Escolher entre elas depende de alguns fatores como por exemplo:

  • Estratégia comercial a ser adotada
  • Investimento inicial

Os 4 tipos de imobiliária que você deve considerar são:

  • Imobiliária Virtual
  • Imobiliária com escritório interno
  • Imobiliária com Fachada
  • Franquia Imobiliária

Vamos falar um pouco sobre cada uma delas mais abaixo. Continue a leitura.

Como Abrir uma Imobiliária Virtual

Atualmente nos deparamos com uma grande fatia do mercado optando por uma redução drástica de custos, ou até mesmo, um redirecionamento mais adequado dos mesmos. E por esse motivo, acabam optando por abrir uma imobiliária virtual e totalmente online.

Vale ressaltar antes de falarmos mais a respeito da imobiliária virtual que o conceito é diferente de uma imobiliária digital. Então, não se confunda.

Para entender mais sobre uma imobiliária digital veja também: Imobiliária Digital: 12 Boas Práticas de uma Imobiliária Online

Voltando a falar sobre a imobiliária virtual, como falamos anteriormente esse formato de negócio requer menos custos de investimentos do que as demais.

Entretanto, alguns dos custos principais são redirecionados para o marketing digital da imobiliária.

Mas, nem tudo são flores. O contra ponto negativo é que nesse caso você não tem um escritório físico e isso pode causar problemas com seus futuros clientes, seja por insegurança ou até mesmo de alocação para reuniões e assinaturas de contrato.

Uma alternativa para esse problema é locar, quando necessário apenas (por hora) uma sala comercial. Certamente na sua cidade você encontra edifícios com esse serviço disponível.

Sobre os Investimentos de uma Imobiliária Virtual

Nós já falamos que o investimento é baixo. Então, ele se resume em contratar um CRM imobiliário que de preferência já seja integrado com com um site próprio da imobiliária e também com outros sites de anúncio, para você ter a oportunidade de divulgar seus imóveis sem perder tempo.

Além disso, o marketing é praticamente a única fonte de captação de leads, então você deve concentrar todo seu poder de investimento em fazer marketing digital. Como por exemplo:

  • Campanhas no Google Adwords
  • Campanhas no Facebook Ads (para Instagram também)
  • Portais Imobiliários
  • Marketing de conteúdo

Mas, esses são assuntos para outro conteúdo.

Como Abrir uma Imobiliária com Escritório Interno

Abrir uma imobiliária com um escritório interno é uma excelente saída para quem tem um capital de investimento, mesmo que pequeno.

Se levarmos em conta que aproximadamente 70% dos leads interessados na compra (ou locação) de imóveis chega até a imobiliária de forma online; Com pouca infra você consegue montar sua imobiliária.

Sobre os Investimentos de uma Imobiliária com Escritório Interno

Se compararmos com uma imobiliária virtual o investimento nesse caso é um pouco maior.

Porque os custos incluem além dos investimentos em marketing e CRM imobiliário também:

  • A locação de um espaço para implantar o escritório
  • Mobília
  • Computadores
  • Telefonia
  • Internet
  • Papelaria

Como Abrir uma Imobiliária com Fachada

Já uma imobiliária com fachada tem todo o potencial de atrair clientes por meio do ponto comercial. E portanto, não depender exclusivamente de estratégias online.

Mas, isso tem um custo maior, principalmente se escolher ruas movimentas ou avenidas principais.

Sobre os Investimentos de uma Imobiliária com Fachada

É importante salientar que as imobiliárias com fachada necessitam de um investimento maior. Porque, além dos custos de ferramentas como o CRM imobiliário, você também precisa se concentrar em:

  • Locação do ponto comercial
  • Personalização da fachada
  • Mobília
  • Computadores
  • Internet
  • Telefonia
  • Papelaria
  • Placas e Banners
  • E uma equipe

Se você precisa de mais informações sobre o assunto, inclusive como conseguir capital para iniciar sua imobiliária acesse: 4 Coisas Que Você Precisa Saber antes de Montar uma Imobiliária

Como Abrir uma Franquia Imobiliária

É possível que muitos corretores de imóveis não cogitem essa opção. Ou até mesmo não saibam direito como funciona o modelo de negócio de uma franquia.

A franquia imobiliária é uma estratégia de negócio que tem como propósito utilizar uma sistema de licença de uma empresa imobiliária já existente.

Em termos gerais o franqueador, cede, ao franqueado o direito de uso da sua marca, infraestrutura, know-how e também o direito de distribuição exclusiva.

Sobre os Investimentos de uma Franquia Imobiliária

Certamente os custos para adquirir uma franquia são mais elevados que as demais opções.

Porém, você não precisa nesse caso, se preocupar com nenhum outro tipo de investimento. O franqueador já disponibiliza todo o aparato necessário para o funcionamento da franquia.

Os valores por sua vez vão variar de acordo com franquia para franquia. Mas, como base, podem começar à partir de 35 mil reais e chegar até 200 mil reais.

Para conhecer mais afundo esse tema e conhecer algumas das principais franquia imobiliárias atuantes no Brasil e seus custos veja também: Franquia Imobiliária: Lista Com as 10 Melhores

Branding: Criando a identidade Visual da sua Imobiliária

Primeiramente Branding é o termo utilizado para descrever uma estratégia de marketing que torna por sua vez, todos os elementos de divulgação da empresa e anúncios facilmente identificáveis como “seu”.

Em termos convencionais é a tal da chamada “Identidade Visual”.

E claro, que assim que pensar em montar sua imobiliária esse é o próximo passo lógico. A sua marca!

Isso significa que você deve criar um estilo, ética e visão para sua imobiliária. É justamente aquele “quê” que vai distinguir você, das demais imobiliárias.

Para construir o branding da sua imobiliária você deve prestar atenção em pontos como por exemplo:

  • Visual
  • Relacionamento
  • Tendências
  • Conteúdo
  • Divulgação

Para entender melhor sobre cada um deles e principalmente por onde começar, acesse: Marca Imobiliária: O Que É e Como Fazer Branding

Plano de Negócios para Imobiliária

Criar um plano de negócios é fundamental para abrir uma imobiliária. Ele deve considerar fatores internos e externos que podem agregar e também prejudicar o futuro da imobiliária.

Por isso, o primeiro passo é colocar tudo no papel. De acordo com o Sebrae por exemplo, a mortalidade das empresas no Brasil acontece dentro dos primeiros anos, justamente por falta de planejamento estratégico.

E não queremos que isso aconteça com a sua imobiliária certo? 😉

Então, vamos aos tópicos que devem fazer parte do seu plano de negócios:

  • Capa
  • Sumário executivo
  • Missão e valores
  • Diferenciais competitivos
  • Produtos e serviços
  • Analise de mercado
  • Plano de marketing
  • Plano operacional
  • Para encerrar o Plano financeiro

Para se aprofundar em cada um desses assuntos e montar seu plano de negócios veja: Plano de Negócios para Imobiliária: Aprenda a Criá-lo Agora!

Estruturando o Time da Imobiliária

Depois de completar todos as etapas que citamos até o momento chega a hora de pensar na estrutura do time da imobiliária.

De acordo com cada tipo de imobiliária você deve adotar uma estrutura diferente.

Por exemplo:

Uma imobiliária virtual não precisa de mais de uma pessoa para trabalhar e fazê-la funcionar com eficiência. Ou seja, você mesmo, é o encarregado pelas atribuições de funcionamento dela.

Mas, uma imobiliária com um escritório, seja ele interno, de fachada ou até mesmo uma franquia imobiliária. Exige um esquema organizacional mais completo.

Normalmente, imobiliárias de pequeno porte contam com:

  • Proprietário
  • Corretores
  • E uma atendente pelo menos

Já imobiliárias de médio porte exigem que a estrutura seja requalificada para mais ou menos assim:

  • Proprietário
  • Gerente geral
  • Gerente de equipe
  • Corretores de imóveis
  • Captadores
  • E atendentes

E por fim, uma imobiliária de grande porte, conta com uma equipe mais distribuída ainda, como por exemplo:

  • Proprietário
  • Diretor
  • Gerente geral
  • Auxiliar administrativo
  • Gerente de equipe
  • Corretores
  • Captadores
  • E por fim, atendentes.

Para saber a função exata de cada um dos membros da equipe de acordo com o tamanho da imobiliária que você quer abrir, sugerimos a leitura complementar do nosso artigo que fala sobre o assunto.

Leitura complementar: Como Funciona uma Imobiliária [Organograma Imobiliário Completo]

Como Montar uma Equipe Para Imobiliária

Um dos grandes desafios quando se vai abrir uma imobiliária é justamente a contratação de um time de alta performance de corretores de imóveis.

Claro que você, sendo um corretor de imóveis faz parte desse time, sobretudo se for trabalhar sozinho. Mas, se seguir a estrutura organizacional dos outros padrões de imobiliárias você precisa saber como recrutar uma equipe para se junta no trabalho.

O desafio nesse caso para a contratação de corretores de imóveis é justamente o fato de serem autônomos e por consequência não terem nenhum vínculo empregatício com a imobiliária.

Então, listamos 5 passos para você adotar que vão te auxiliar nessa tarefa.

  • Como será feita a seleção dos profissionais
  • O que você deve procurar em um corretor de imóveis para contratá-lo
  • Um bom motivo para os corretores trabalharem na sua imobiliária
  • Definir objetivos claros
  • Apresentar as ferramentas que farão parte da rotina de trabalho dos corretores

Saiba mais sobre cada um desses passos acessando: Como Montar uma Equipe de Corretores de Imóveis em 5 Passos

Definindo os Processos Operacionais

Os processos operacionais são utilizados para alcançar os resultados desejados através da satisfação dos seus clientes e colaboradores.

Para isso acontecer, tudo o que acontece dentro da imobiliária (referente ao atendimento ao cliente ou rotina de processos) deve ser devidamente anotado e compartilhado com toda a equipe.

Isso porque, cada membro do seu time precisa executar suas tarefas com a mesma excelência que o outro.

A principio será necessário que você estabeleça uma visão nítida sobre as metas da imobiliária e à partir delas se permitir ser guiado em cada tomada de decisão e ações complementares para alcança-las.

Por fim, a organização desses processos tem como função tornar claro tudo o que acontece (ou deve acontecer) no dia a dia da imobiliária.

Os principais benefícios de definir e colocar em prática os processos operacionais são:

  1. Melhorar o atendimento ao cliente
  2. Reduzir os custos e aumentar a lucratividade
  3. Otimizar o tempo de trabalho da equipe

E para instaurar essa metodologia sugerimos que você leia: Processos Operacionais de uma Imobiliária: O Que Você Precisa Saber

Não Esqueça do Marketing Imobiliário

Nós já falamos anteriormente sobre os investimentos em marketing. Mas, o que eles realmente significam dentro da imobiliária?

Quando falamos sobre marketing imobiliário, o primeiro passo é definir:

  • Onde você vai anunciar seus imóveis?
  • Quais portais pagos vai contratar?
  • Pretende trabalhar com algum portal gratuito?
  • Já estruturou o site da imobiliária?
  • A redes sociais contém informações atualizadas?
  • Montou uma estratégia para captar leads?
  • Vai trabalhar com algum tipo de propaganda externa e offline?
  • Já providenciou placas de vende-se ou aluga-se?

Quanto Fatura uma Imobiliária?

Depois de tanto ler sobre os investimentos financeiros que serão necessários para abrir uma imobiliária, você deve estar se perguntando pelo menos, se vai valer a pena certo?

Para responder essa pergunta basta pensar no faturamento que pode alcançar uma imobiliária bem estruturada.

Por exemplo:

Todo imóvel vendido e comercializado por um corretor da imobiliária prevê uma comissão de 6%.

Desses 6% normalmente 70% fica para a imobiliária e o restante é dividido entre os envolvidos na negociação. De acordo com o seu plano de negócios.

Portanto, se você seguir todos os passos que falamos até agora e captar imóveis realmente relevantes para o seu mercado de atuação. Com certeza, seus lucros podem chegar milhões anuais.

Abrir uma Imobiliária é um Bom Negócio?

Sim, abrir uma imobiliária é um ótimo negócio. Para aqueles que realmente se dedicam em seus processos e não tem medo de trabalhar.

Requer muito esforço, muita dedicação e sempre, muita organização. Mas, se você seguir a risca seu plano de negócios tudo indica que será muito bem sucedido.

Se você tem alguma dúvida ou alguma sugestão não exite em deixá-las nos comentários abaixo. Ficaremos felizes em ajudar.

Artigo inicialmente escrito em 20 de Setembro de 2018 / E atualizado em 17 de Julho de 2020

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!

Deixe uma Resposta

Works with AZEXO page builder