🕗 Tempo de leitura: 4 minutos

O ponto estratégico é tornar sua imobiliária mais produtiva e claro, lucrativa.

Por isso, o principal objetivo de instaurar processos operacionais na sua imobiliária é:

Alcançar os resultados desejados através da satisfação dos seus clientes.

Em princípio é necessário estabelecer uma visão nítida sobre as metas da imobiliária e que guiem cada tomada de decisão e ações complementares.

Além disso, é muito importante que os gestores contem com ferramentas que contribuam com as operações rotineiras da imobiliária.

Veja também: O Guia completo sobre Gestão Imobiliária

Portanto, a organização desses processos operacionais tem como função tornar claro todos os processos que acontecem no dia a dia.

Feito isso, é possível fazer alterações para melhorar cada vez mais os serviços prestados.

Benefícios de ter processos operacionais na sua imobiliária

Decerto alinhar os processos da imobiliária traz resultados positivos para a operação. Esse resultado é eficiente em tornar claras todas as operações envolvidas na compra e venda de imóveis.

Além de facilitar a gestão, o controle e a identificação de problemas.

Entre seus principais benefícios, podemos listar 3:

Melhora o atendimento ao cliente

Uma vez que as tarefas estão automatizadas e sincronizadas dentro de um processo bem estruturado, todos os clientes são devidamente registrados e geridos de forma minuciosa.

Além disso, as informações de preferência e características de cada cliente ficam salvas.

Uma boa maneira de sincronizar todos os atendimentos com a equipe é fornecer um script pronto de vendas de imóveis.

Sendo essas informações que futuramente vão auxiliar sua equipe na conclusão de uma venda. Uma vez que, os corretores passam a atender de forma mais eficaz, priorizando realmente o interesse do cliente.

Dessa forma, o consumidor não se vê mais “amarrado” a uma imobiliária, implantar processos de atendimento ao cliente garante a fidelidade da sua clientela.

Reduz os custos e aumenta a lucratividade

Certamente uma das maiores vantagens de implantar um processo operacional na imobiliária é conseguir identificar os gargalos e falhas que eram praticados anteriormente.

Então, é possível identificar quais os pontos que estão desgastados e gerando um custo adicional.

Por exemplo:

“Instaurar o processo de confirmação de visita com o cliente – Poupa o corretor de possivelmente perder viagem com um cliente que não poderá comparecer”

Uma vez que essa ação gera custo para imobiliária, poupá-la, também o fará reduzir seus gastos.

Quanto ao aumento da lucratividade é evidente que os recursos financeiros poupados passam a ser lucro nesse momento. Uma alternativa é utilizá-los de forma inteligente em outro setor que pode gerar mais vendas.

Por exemplo:

“Realocar o orçamento destinado com combustível perdido de corretores para ações eficientes de marketing para aquisição de clientes.”

Otimiza o tempo dos corretores

Em consequência de uma má determinação de processos, eventualmente os corretores podem ter muito tempo ocioso ou pelo ao contrário, muitas tarefas e pouco tempo.

De qualquer uma das formas o tempo não está sendo bem utilizado e certamente você perde eficiência.

Por isso, estruturar processos claros e diretrizes bem traçadas permite que a produtividade da sua equipe aumente.

Por exemplo:

“Ter um CRM que automatiza parte do trabalho dos corretores com notificações para proprietários sobre visitações no imóvel, listagem dos imóveis anunciados sob sua responsabilidade e etc.”

Dois bonecos segurando uma sequencia de engrenagens, para um bom funcionamento da imobiliária os processos operacionais precisam estar alinhados.
Processos operacionais da imobiliária: Otimizam o tempo dos corretores

5 passos para instaurar processos operacionais na imobiliária

Afim de que os processos sejam bem desenvolvidos na imobiliária, existem alguns passos simples que devem ser considerados para esse mapeamento.

1) Documentação

Como tarefa primária, todos os procedimentos operacionais e gerenciais definidos devem ser prontamente documentados. Permitindo assim que essas diretrizes virem normas dentro da imobiliária.

2) WorkFlow:

uma mão, desenho um fluxograma.

A principio é uma técnica de administração, onde busca justamente definir o caminho exato até a conclusão de um trabalho.

Para utilizar essa técnica é preciso que seja feito um fluxograma, indicando qual o primeiro passo, quem executa e como executa e assim por diante.

3) Brainstorming:

A palavra brainstorm ao centro, com várias mãos ao redor desenhando suas ideias.

Primeiramente, essa é uma técnica de gestão de pessoas.

Onde todos os envolvidos tem liberdade para expressar suas ideias.

Posteriormente em outra fase serão devidamente analisadas e filtradas essas ideias.

É um passo fundamental que garante também que nenhuma parte do processo fique de fora e então, permite que você tenha uma visão ampla das possibilidades de melhoria.

4) PDCA ( Plan – Do – Check – Act):

No sentido literal: Planejar, fazer, checar e adaptar.

Nesse momento se coloca em prática o workflow para testar se ele realmente atende as necessidades da imobiliária ou ajustes vão precisar ser feitos.

5) Divulgação:

Por fim, é necessário que todos os interessados e envolvidos nos processos da imobiliária sejam comunicados.

Sócios, gestores de cada área envolvida (ou afetada) no processo, equipe de corretores, atendentes internos e qualquer executor de algum passo do processo.

Lembrando que cada processo operacional deve ser sempre analisado, estudado e estruturado com o objetivo de trazer melhores resultados para a imobiliária.

Então, busque sempre identificar onde estão os problemas da sua empresa e qual sua origem.

Feito isso, implemente uma cultura de melhoria contínua. Ou seja, toda a equipe da imobiliária deve realmente ter claro o caminho a seguir para o sucesso.

Conte um pouco sobre os processos operacionais da sua imobiliária que surtiram mais efeito!

Boa sorte e boas vendas!

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!

Deixe uma Resposta

Works with AZEXO page builder