🕗 Tempo de leitura: 6 minutos

Ser dono do próprio negócio é uma ideia que toma cada vez mais força na cabeça dos brasileiros. E os motivos são os mais variados possíveis.

De fato o mercado imobiliário é um dos mercados mais promissores no Brasil e no mundo. Portanto, para especialistas da área, sempre é um bom negócio montar uma imobiliária.

Contudo, se não houver planejamento estratégico qualquer negócio, inclusive uma imobiliária, pode ruir.

Para saber o passo a passo para abrir uma imobiliária leia também: O Guia completo para abrir uma imobiliária

Montar uma imobiliária é um bom negócio?

Montar uma imobiliária é um bom negócio?

Sim, montar uma imobiliária é sempre um bom negócio. Seja uma imobiliária física, um escritório interno ou até mesmo uma imobiliária virtual.

Essa é a maravilha do mercado imobiliário. Você pode ter sucesso mesmo que trabalhe apenas no âmbito digital.

Porém não se engane, nem tudo são flores. Para alcançar o resultado esperado você precisa trabalhar muito antes. Dedicar horas e horas em planejamento e estudo.

Além disso, um plano de negócios é essencial para montar uma imobiliária, sobretudo para calcular exatamente os custos e investimentos que precisam ser feitos.

Nesse caso, um bom ponto de partida é conhecer seus concorrentes. Como eles trabalham? O que está dando certo para eles? Qual a demanda de mercado?

Qual o melhor momento para montar uma imobiliária

Sempre é a hora certa para montar uma imobiliária. Desde que você tenha um bom planejamento.

Mesmo que você acredite nesse momento que pode não ser um bom negócio montar uma imobiliária por conta da crise. Repense.

Montar uma empresa em momentos de retração econômica certamente requer um atenção e cautela redobrada. Mas, isso não significa que seja um mau negócio.

Por exemplo:

  • Em momentos como o que passamos em 2020 as taxas de juros para compra de imóveis diminuíram, trazendo um público realmente ativo para o setor.
  • De maneira idêntica, as linhas de crédito para micro empresas estão mais favoráveis, com menor taxa de juros e uma aprovação mais rápida
  • Além disso, em momentos de dificuldade, o sucesso está em aproveitar a oportunidade.
  • Enquanto outras imobiliárias estão fechando as portas por falta de planejamento. Esse é o melhor momento para você montar a sua, agarrar essa demanda e crescer.
  • Durante momentos de crise financeira encontra-se também maior facilidade para contratações e as despesas e custos tendem a cair.

Portanto, antes de se questionar se esse é ou não o melhor momento para montar sua imobiliária.

Você deve se perguntar se já se organizou o suficiente, coletou dados relevantes do mercado, montou seu plano estratégico e se está preparado para gerir um negócio de sucesso.

Então, se a sua resposta for sim, parabéns, esse é um ótimo momento para montar uma imobiliária de sucesso.

Os primeiros passos para montar uma imobiliária de sucesso

Antes de cogitar montar uma imobiliária você precisa compreender os riscos que cercam a abertura de uma empresa. Vamos listar alguns:

1. Perfil Empreendedor

Um futuro empreendedor, principalmente do ramo imobiliário deve avaliar se possui os conhecimentos e habilidades necessárias para atuar em diversas frentes.

Dessa forma, você deve ser uma pessoa com um perfil que está atendo a tudo à sua volta, se propor metas ousadas além de ser um bom planejador, tanto para o sucesso quanto para possíveis tropeços.

Portanto, é necessário possuir:

Competências gerenciais, saber definir cenários, estabelecer estratégias, gerenciar as finanças, construir relacionamentos, ter habilidade de liderança (de pessoas e negócios), saber delegas funções, ser um bom corretor de imóveis e saber negociar e por fim, estabelecer objetivos para o crescimento da imobiliária.

2. Escolha de sócios

Se por ventura, você tiver menos aptidão em alguma área é conveniente trabalhar em sociedade.

Assim, ambos podem contribuir com o que tem de melhor à oferecer para a imobiliária. Além disso, você divide as atribuições com outro igual e a carga fica menor nos seus ombros.

A escolha de um sócio pode ser por motivos financeiros também, principalmente se o intuito é montar uma imobiliária com fachada, onde os custos para abertura são significativamente maiores.

Seu sócio não precisa ser um corretor de imóveis, e portanto, pode ser alguém especialista em qualquer outra área que você não é. Como por exemplo, um advogado especializado em direito imobiliário.

3. Análise de mercado

É importante identificar o público potencial da imobiliária no local que deseja montá-la. Isso é importante para determinar o potencial de crescimento da empresa. E dessa forma, os riscos ficam menores.

De maneira idêntica, é essencial explorar o mercado da região, avaliar seus concorrentes, a quantidade de oferta de imóveis disponíveis assim como o planejamento de crescimento do bairro ou da cidade em questão.

À partir daí, o melhor é colocar tudo no papel e avaliar se a imobiliária pode oferecer o resultado esperado e se tornar um bom negócio.

Nesse ponto, se o modelo adotado permitir a sua abertura é interessante começar pequeno, minimizar os custos iniciais e facilitar a gestão.

Por fim, ainda incluso na análise de mercado é muito importante que você conheça o público que vai atingir, como por exemplo: Classe social, religião, status de consumo e etc.

4. Montar um plano de negócios

Certamente tão importante quanto conhecer o negócio que deseja abrir e o mercado em que vai se estabelecer é organizar tudo isso na ponta do lápis. A melhor forma de fazer isso é através de um plano de negócios.

É importante que esse plano seja bem realista para evitar possíveis frustrações e que ele esteja dentro das possibilidades que a imobiliária e o mercado oferecem no momento.

Para saber como montar um plano de negócio passo a passo, veja também: Plano de Negócios para Imobiliárias.

5. Definir metas

O próximo passo para minimizar os riscos de montar uma imobiliária e permitir que ela realmente seja um bom negócio para você é estabelecer objetivos.

Somente através de objetivos pré estabelecidos e com visão macro do negócio que você pode implantar metas realistas de execução e crescimento da sua imobiliária.

6. Separar o orçamento inicial e reserva de emergência

Além do que já citamos até agora é importante que você separe os custos que serão necessários para infraestrutura da sua imobiliária assim como os custos para abertura de uma empresa em si.

Os principais gastos para montar uma imobiliária são as taxas na Junta comercial e da emissão do alvará de funcionamento (no caso de uma imobiliária de fachada).

Além disso, você precisa deixar separado dinheiro para o capital de giro, ou seja, os custos operacionais que vão aparecer invariavelmente todos os meses e que são necessários para a operação.

Você deve contabilizar no seu orçamento pelo menos 3 meses de custos sem contar com nenhum receita.

Nesse caso, se por ventura você demorar um pouco mais para fazer uma venda na sua imobiliária não vai precisar cair em taxas de empréstimos e nem correr o risco de fechar as portas.

7. Investir em tecnologia

O mundo está cada vez mais tecnológico, atualmente são cogitados que mais de 70% das buscas por imóveis no Brasil aconteçam através da internet.

Além disso, existe uma concorrência enorme no âmbito digital para o mercado imobiliário.

Além de outras imobiliárias se apresentarem como resultados de pesquisas nos buscadores os portais imobiliários são muito fortes. E sim, são seus concorrentes.

Porém, investir em tecnologia não é somente investir em anúncios e propaganda paga para atrair interessados. Você deve ter em mente um contexto geral do negócio, por exemplo:

  • Para onde você vai encaminhar os visitantes online que conseguir?
  • Você já desenvolveu seu site imobiliário? E ele está pronto (semanticamente) para ser encontrado na internet?
  • Como será feita a gestão de atendimentos na imobiliária? Agendas de papel não otimizam o trabalho e estão sujeitas a erros e esquecimentos
  • Você já encontrou uma plataforma de gestão de imóveis e CRM para trabalhar na sua imobiliária e com custos menores?

Fatos interessantes para montar uma imobiliária de sucesso

Pouco se fala sobre os erros que foram cometidos por pessoas bem sucedidas. Afinal, histórias desse tipo não rendem tanto.

Mas, é sempre mais fácil aprender com o erro do outro do que com o seu próprio.

Portanto, veja alguns fatos interessantes que podem ajudar a tornar sua imobiliária um bom negócio:

“Conhecer o seu cliente é tão ou mais importante que conhecer o seu produto”.

“Será preciso ter ajuda especializada para não correr riscos”

“Ter uma visão ampla do que acontece no mercado imobiliário vai direcionar suas ações”.

“Não existe uma receita instantânea para o sucesso de uma imobiliária, ou de qualquer empresa”.

“Depois de estudar seus concorrentes, estabeleça quais são os seus diferenciais”.

“Avalie quantas vendas serão necessárias para cobrir os custos da imobiliária”

E então, qual a sua conclusão sobre ser ou não um bom negócio montar uma imobiliária? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!

Deixe uma Resposta

Works with AZEXO page builder