🕗 Tempo de leitura: 8 minutos

A inteligência emocional é um conceito de psicologia. Utilizado para ajudar as pessoas a entender sobre seus próprios sentimentos; Sobre o sentimento dos outros; E como lidar com eles.

Para o corretor de imóveis, utilizar a inteligencia emocional pode auxiliar a expandir sua rede de relacionamentos, aumentar suas vendas, reduzir suas frustrações e se comunicar melhor com seus clientes.

Por isso, listamos 14 dicas que o corretor de imóveis pode aplicar imediatamente e melhorar sua inteligencia emocional. Para então, trabalhar em alta performance dentro do mercado imobiliário.

Para saber tudo a respeito da profissão leia também: Corretor de Imóveis de Alta Performance

O que é a Inteligência Emocional Para o Corretor de Imóveis

3 corretores de imóveis incluindo informações e ferramentas e ideias em uma cabela aberta. Trabalhar a inteligencia emocional.

O conceito de inteligência emocional no mercado imobiliário tomou mais força recentemente. Assim, hoje é considerada uma ferramenta útil para aumentar as vendas de imóveis.

Anteriormente, corretores céticos, costumavam criticar ou minimizar o poder de utilizar a inteligência emocional no mercado de trabalho. Acreditavam por sua vez, ser algo “da moda” e então, passageiro.

Leitura complementar: 7 Gatilhos Mentais para o Corretor de Imóveis Vender Mais

Entretanto, ao longo de duas décadas de muita pesquisa acadêmica nas áreas de psicologia, neurociência e desenvolvimento humano esses benefícios foram validados e consolidados para uma melhor interação humana.

Partindo desse princípio, a tarefa mais realizada por um corretor de imóveis é de fato, a interação humana. Desde a captação de um imóvel, até a conclusão de uma venda o corretor vai interagir com diversas pessoas.

Então, porque não aprimorar sua habilidade para realizar essa atividade com mais leveza e assertividade?

Há um equivoco quando se interpreta inteligência emocional como um fator determinante para “as pessoas gostarem de você”. Na realidade ela envolve a habilidade de compreender suas próprias emoções e a dos outros.

A inteligencia emocional nada mais é que a habilidade de ler e entender você e os outros.

Todos nós, trabalhamos para melhorar nossa inteligência emocional porque principalmente nos ajuda a lidar com conflitos. E isso, nos dá uma enorme vantagem evolutiva.

O corretor de imóveis que não estiver preparado emocionalmente para lidar com situações estressantes ou difíceis no mercado imobiliário, vai ficar para trás.

A ideia é que, se você tem duas pessoas com o mesmo intelecto, aquela com alta inteligência emocional tem uma vantagem.

Embora nossas habilidades de pensamento racional, planejamento, resolução de problemas e tomada de decisão venham do córtex pré-frontal do cérebro. O centro emocional está constantemente procurando informações não-verbais no ambiente.

Por isso, na maioria das vezes as várias seções do cérebro trabalham em conjunto.

Para se aprofundar mais sobre o assunto, você pode comprar o livro traduzido “10 Leituras essenciais sobre Inteligencia Emocional” publicado pelo Harvard Business Review.

Os Benefícios da Inteligência Emocional Para o Corretor de Imóveis

Agora que você já compreendeu o que é a inteligencia emocional veja alguns dos principais benefícios que ela pode trazer para sua rotina de trabalho e pessoal:

  • Reduzir o nível de ansiedade
  • Diminuir o nível de estresse
  • Eliminar ou reduzir os conflitos
  • Melhorar relacionamentos interpessoais
  • Melhorar a empatia com os outros
  • Maior clareza nos objetivos e ações
  • Aumenta a capacidade de tomada de decisão
  • Auxilia no controle do tempo e produtividade
  • Auxilia no comprometimento com metas
  • Amplia a sua visão do futuro
  • Melhora a autoestima e confiança

14 Dicas para Aplicar a Inteligência Emocional no Mercado Imobiliário

aplicar a inteligencia emocional no mercado imobiliário. autoconhecimento do corretor de imóveis

Ressaltando que a inteligência emocional informa suas motivações, a rapidez com que você pode se recuperar de contratempos e a qualidade de seus relacionamentos. 

1. Autoconsciência

A capacidade do corretor de imóveis de se sintonizar e obter informações de seus sentimentos.

Comece a se conhecer melhor, entender o que realmente te motiva no seu trabalho e quais os pontos do dia que te deixam mais felizes. Se conheça!

Leitura complementar: Corretores de Imóveis: 6 Técnicas para Manter a Motivação

2. Gerenciamento de Humor

Comece a trabalhar a aptidão de gerenciar suas próprias emoções. Incluindo também, as mais difíceis como:

  • Medo
  • Raiva
  • Estresse

Por exemplo:

Se você descobriu que perdeu uma venda às 9 horas da manhã. Ainda vai estar deprimido ao meio-dia?

3. Automotivação

Antes de tudo, imagine de quantas maneiras você pode deixar seu cliente de bom humor. Lembre-se de que uma pessoa de bom humor está mais apta a comprar.

Por exemplo:

Em sua próxima visita de um imóvel, que tal colocar uma música leve e otimista ao fundo. Ao se encontrar um cliente, leve o café. 

4. Experiência Interpessoal

Nada mais é que a habilidade de ouvir e se relacionar com outras pessoas, receber e fazer críticas e começar a lidar bem com conflitos.

5. Orientação Emocional

Nesse sentido, é preciso começar a compreender como você pode ajudar outras pessoas a lidar com seus conflitos através da motivação. 

Para isso, separe-se dos seus próprios preconceitos para poder oferecer conselhos que melhor se adequam à outra pessoa.

6. Atenção ao que é Dito

Em muitos casos, você pode se tornar seu pior inimigo. Por exemplo:

Quando o dia começa: Você diz que não venderá nada hoje ou diz que será um ótimo dia? 

7. Pensamentos como Autoafirmações

Quando você se deparar com uma situação que seja difícil de superar a melhor coisa a fazer é então, se concentrar no seu diálogo interno e fazer reforços positivos dos seus pensamentos.

8. Conhecer as Próprias Intenções

É provável que em algum momento, o seu comportamento contradisse a suas intenções.

Por isso, você precisa se manter concentrado para manter os dois sempre alinhados.

9. Atenção nas Ações

Novamente, verifique se suas ações são realmente indicativas dos seus objetivos. Esta é uma área essencial de autoconsciência.

10. Relaxamento

Aprenda, por sua vez, a deixar de lado a raiva e as frustrações. Para então, poder lidar com situações difíceis de maneira completa e profissional.

11. Solucionador de Problemas

Comece entendendo o problema. 

Pode ser necessário alterar algo que você está fazendo.

Como por exemplo:

Se comunicar com um cliente, responder aos seus superiores ou à concorrência, ou até mesmo fazer uma boa prospecção.

Leitura complementar: 4 Dicas para o Corretor de Imóveis Captar Clientes

Quanto mais rápido você reconhecer em que áreas está sendo ineficaz, mais rápido também, vai conseguir resolver o problema.

12. Crítica Positiva

De agora em diante, aprenda a fazer críticas de forma construtiva. E sobretudo responder às críticas sem defesa. Assim, comece a se beneficiar delas.

13. Qual a Mensagem por Trás da Emoção

Por exemplo:

A ansiedade (um sentimento) comunica muitas vezes, incerteza.

Então, se um cliente está ansioso sobre algum posicionamento seu. É possível que ele ainda tenha dúvidas.

Identificar o problema permite que você responda com mais eficiência.

14. Dividir o Trabalho

O conceito primário é:

Dividir o trabalho em pequenas etapas.

Quando você se deparar com alguma situação, ou tarefa, aparentemente esmagadora. A divida em pequenas tarefas. Que por sua vez, quando concluídas, terão dado fim ao trabalho por completo.

Por exemplo: Uma lista de verificação de etapas pode mudar sua percepção de uma tarefa, para que assim, você possa abordá-la com mais entusiasmo.

Como Aumentar a Performance dos Corretores de Imóveis Através da Inteligência Emocional

Corretor em uma corrida de obstáculos para aumentar a performance através da inteligencia emocional.

Especialistas em inteligência emocional apontam que ela está diretamente ligada com um melhor desempenho no trabalho.

Os corretores de imóveis podem então utilizar pelo menos 4 maneiras em suas imobiliárias para aumentar a performance.

1. Deixe as Pessoas Saberem que São Valorizadas

Celebre os talentos distintos das pessoas. E então, reconheça suas contribuições publicamente e também em particular.

Crie, também, uma cultura de inclusão e pertencimento para que os corretores de imóveis sintam-se à vontade para fazer perguntas, buscar conselhos e solucionar as falhas.

2. Desenvolva um Entendimento Compartilhado    

Ser gentil com sua equipe de colaboradores da imobiliária não é suficiente.

Então, se certifique de se comunicar com autenticidade para que todos saibam a missão da imobiliária ou da equipe. 

Da mesma forma, sugira melhorias através de discussões construtivas.

3. Dê a Equipe uma Sensação de Controle  

Além do que citamos acima, crie também um ambiente que inspire confiança. Dando, assim, responsabilidade às pessoas. 

Seja você a força orientadora por trás de um ambiente social e emocional positivo na imobiliária.

4. Cultura Positiva no Ambiente de Trabalho

No mercado imobiliário, a cultura é vital para o sucesso da imobiliária.

As organizações podem ter a tecnologia mais recente, o maior talento, os funcionários que mais trabalham. Mas, se não tiverem uma cultura positiva, elas não tem nada.

Observe os principais produtores (corretores com melhores resultados) e que estão constantemente ajudando os outros. Posteriormente, peça a esses corretores que compartilhem suas melhores práticas em uma reunião de vendas, por exemplo.

É possível também encontrar treinadores que visitam a imobiliária para treinar os corretores e gerentes sobre métodos para lidar com o estresse e os desafios sentidos no processo de compra e venda de imóveis. Através da inteligência emocional.

Portanto, nossa sugestão nesse caso, é dar ênfase à empatia. Treine a si mesmo e a todos os corretores da sua imobiliária a se preocupar em pensar com a cabeça do cliente.

Nenhum proprietário é igual, nenhum comprador é o mesmo. Por isso, é preciso compreender essa diversidade para atender melhor seus clientes.

A inteligência emocional é essencial para entender seus clientes e alcançar todo o seu potencial como profissional imobiliário. Por isso, todas as emoções são intrinsecamente boas. 
[O poder] está na maneira como você os gerencia.
 

Weisinger

Como Contratar Corretores de Imóveis com Alto Nível de Inteligência Emocional

Educar corretores de imóveis sobre inteligência emocional faz parte da missão da empresa. A imobiliária deve, incentivar os corretores por exemplo, a formar equipes e fornecer ferramentas para ajudar a atrair talentos.

Você pode no entanto fazer parceria com profissionais especialistas em avaliação de comportamento para otimizar o processo de recrutamento. Assim, é possível selecionar certos traços emocionais e cognitivos.

Uma avaliação de candidatos para trabalhar na imobiliária como corretores de imóveis pode envolver alguns componentes de personalidade que indicam níveis de inteligência emocional.

Por exemplo:

  • Assertividade
  • Sociabilidade
  • Adaptabilidade
  • Intensidade
  • Otimismo

Você também pode perguntar aos futuros corretores da sua imobiliária, por exemplo:

  • Onde eles se vêem dentro de 5 anos
  • Como eles descreveriam os melhores 5 anos da sua vida

Perguntas nesse formato podem trazer uma gama enorme de informações para quem está interessado em contratar corretores de imóveis com foco na inteligencia emocional dos mesmos.

Além de deixar a “entrevista” mais leve, você desloca os corretores candidatos de um estado de medo, apreenção ou bloqueio.

Em contra partida, os leva à um estado emocional positivo e assim, certamente, será mais fácil alinhar as metas do corretor de imóveis com as da imobiliária.

Você pode também, se concentrar em perguntas como por exemplo:

“Como você ajudou seus clientes no passado a lidar com as emoções de comprar um imóvel?”

Essa pergunta, com toda a certeza vai mostrar o que você precisa sobre a inteligência emocional para o corretor de imóveis.

Conheça as pessoas, o que as motiva e como é o ambiente ideal delas.

Aplicação Prática da Inteligência Emocional Para o Corretor de Imóveis

Aplicação prática da inteligência emocional para o corretor de imóveis. Casal indeciso na compra da casa. E depois assinando o contrato.

Vamos aplicar uma situação, que pode acontecer com qualquer corretor de imóveis. E que certamente, vai mostrar como você pode utilizar sua inteligência emocional na prática.

Um casal de clientes compradores está procurando uma casa há mais ou menos 6 meses. Você já mostrou quase 15 imóveis, dentro da faixa de preço que eles solicitaram. Mas, eles dispensaram todos sem te dar nenhum feedback.

Mediante a essa situação você pode se sentir frustrado ou até irritado com o cliente. Pensando que talvez, esse casal não esteja tão interessado em uma compra como eles alegam.

Agora, entra a habilidade emocional de lidar com uma situação complicada.

Primeiramente, você deve procurar por pequenos sinais que lhe digam o que esse casal realmente quer. E assim, entender o que está impedindo seus clientes de realizarem a compra. Para isso, preste atenção na comunicação entre o casal durante uma apresentação de um imóvel.

A hipótese mais comum nesse caso é que a esposa e o marido tem opiniões diferentes sobre o que precisam em uma casa ou até mesmo o valor que estão dispostos a pagar.

Por isso, nada que você mostra, agrada por completo aos dois. Só é possível chegar a essa conclusão, se, você conseguiu sintonizar com mais cuidado os “trejeitos”, a linguagem corporal e as mudanças nas expressões faciais de seus clientes.

Á partir do momento em que você consegue identificar isso, fica certamente mais fácil sentar com seus clientes. Ter uma conversa honesta e refazer o perfil do imóvel. Para então, procurar agradar os dois.

Após ler esse artigo, qual sua percepção sobre a sua inteligência emocional? Conte para nós!

Boa sorte e Boas vendas!

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!

Deixe uma Resposta

Works with AZEXO page builder