🕗 Tempo de leitura: 5 minutos

Apesar de haver atualmente inúmeras formas tecnológicas para quase tudo que se deseja realizar dentro do mercado imobiliário.

Com toda a certeza, ainda estamos em uma fase de transição. E por isso, muitos processos; Sobretudo, como a locação de um imóvel por exemplo, passam por etapas burocráticas e cansativas. Como é o caso da utilização de cheque caução.

Mas, cujo o conhecimento delas é essencial para uma atuação digna como corretor de imóveis.

Portanto, levando em conta um aumento na procura por imóveis para alugar. Hoje, destinamos o conteúdo para falar sobre uma das práticas de seguro locatício. Que é o cheque caução.

Leitura obrigatória: Administrador de Imóveis: Do Conceito à Prática em 6 Passos

O que é Cheque Caução

Folhe de cheque caução em branco com uma caneta em cima.

O cheque caução, como o nome sugere é um simples cheque que serve como garantia de pagamento para a locação de um imóvel.

É comum ser utilizado por locatários que não podem ou não querer fazer uso de outros seguros locatícios, como por exemplo um fiador.

Para o locador do imóvel existem algumas ressalvas quanto a preferência de utilização. Uma vez que, não é possível comprovar a existência de fundos se for necessário realizar o depósito desse cheque caução.

Uma alternativa mais utilizada no entanto é o depósito caução. Que por sua vez, vai servir igualmente como garantia de cumprimento dos deveres do locatário presididos no contrato de aluguel.

Mas, ao envés de utilizar uma ‘folha de cheque’. O depósito caução é feito em uma conta bancária poupança e conjunta. Entre locador e locatário.

O depósito caução assim como o cheque caução, comumente são de valores equivalentes a 3 meses do valor do aluguel.

Mas, isso deve estar devidamente acordado entre ambas as partes e constar no contrato de locação.

Como corretor de imóveis, atuante na área de locação de bens ou até mesmo administração dos mesmos é sua função, garantir e orientar a melhor maneira para ambas as partes de obter uma garantia.

Leitura complementar: Nunca Mais Sofra com o Contrato de Aluguel. Aprenda a Fazer um Agora

Como Funciona Cheque Caução

Locador do imóvel emitindo um recibo referente ao recebimento de um cheque caução.

O cheque caução funciona (como falamos anteriormente) como uma forma de garantia de cumprimento dos termos acordados no contrato de aluguel.

Por exemplo:

  • Entrega do imóvel em perfeito estado
  • Pagamento interrupto do aluguel até o término do contrato
  • Danos ao imóvel por negligência do locatário

Se ambas as partes envolvidas no processo de locação de um imóvel concordarem com essa prática. Basta o locatário preencher um cheque normalmente, com o valor acordado em contrato. E de preferência, preencher no verso o intuito de ‘caução’ com esse cheque.

Assim, como será de obrigação do locador, fornecer um recibo devidamente explicito que o caução da locação foi feito mediante a entrega de um cheque, com validade máxima no término do contrato e depósito a ser realizado somente mediante ao não cumprimento do contrato.

Por esse motivo, o cheque caução normalmente é preenchido com o valor equivalente a 3 meses de aluguel.

Mas, como você corretor de imóveis deve abordar esse assunto com seu cliente:

  • Locador
  • Locatário

Prós e Contras do Cheque Caução para o Locador

Quando for abordar a utilização de um cheque caução para o seu cliente locador você deve se lembrar que:

  • Não é possível garantir que haverá fundos se o cheque for depositado
  • Se você não for realizar a administração da locação o cheque caução deverá ficar com o locador sob total responsabilidade dele.
  • Se o locador realizar o depósito indevido do cheque caução ele pode ser processado pelo locatário.
  • É uma garantia de pagamento de pelo menos 3 meses de aluguel em caso de inadimplência
  • É uma forma rápida de realizar a locação do imóvel

Prós e Contras do Cheque Caução para o Locatário

Enquanto isso, para o seu cliente locatário, você deve abordar pontos como por exemplo:

  • Ele não vai precisar ter a quantia total de caução (3 meses de aluguel) no ato
  • O locatário não precisa de preocupar em encontrar um fiador ou pagar um seguro fiança.
  • Seu cliente que vai locar o imóvel precisa confiar no locador do mesmo, pois não há garantias que ele não vai depositar o cheque antes do tempo
  • Caso seja necessário realizar o depósito do cheque e ele não tiver fundos o mesmo será protestado

Depósito Caução X Cheque Caução?

Como citamos no inicio do artigo, há a possibilidade de ao envés de utilizar um cheque como garantia, fazer via depósito bancário.

Sempre que você tiver oportunidade, portanto, indique essa maneira. O depósito caução é muito mais seguro que o cheque caução para ambas as partes .

Veja a tabela abaixo:

Depósito CauçãoCheque Caução
Não demanda tempoNão demanda tempo
Tanto locador quanto locatário tem acesso à conta poupançaSomente o Locador Tem acesso ao Cheque Caução
O valor é resgato no final do contrato com juros e correçõesO Cheque caução pode ser devolvido sem correções caso não seja utilizado
O locador tem a certeza que o valor equivalente ao caução está resguardadoO Locador não sabe se existe saldo em conta para cobrir o valor do cheque caução
O locatário tem a certeza de que o locador só vai utilizar esse valor de acordo com os termos do contrato.O locatário precisa confiar que o locador não vai realizar o depósito do cheque de má fé ou por engano.
Depósito Caução ou Cheque Caução

Seguro Fiança X Depósito Caução

O seguro fiança é outra prática muito comum como garantia locatícia.

Não vamos nos aprofundar muito no tema já que temos um artigo inteiro para você sobre o assunto:

Leitura complementar: Seguro Fiança Garantia e Segurança na Locação do Imóvel

Mas, você deve saber os pós e os contras entre as duas opções para trabalhar no mercado imobiliário de locações. Veja a tabela abaixo:

Seguro FiançaDepósito Caução
O nome do locatário não pode estar inscrito em instituição de proteção ao créditoNão é necessária prévia análise de crédito para utilização do depósito ou cheque caução
A renda do locatário precisa ser compatível com o valor do aluguel do imóvelO Locatário não precisa comprovar renda
O locatário é responsável pelo pagamento do seguro fiança.Não há nenhum outro encargo a ser pago nem por locador ou por locatário.
Não há depósito antecipadoHá um depósito antecipado para o depósito caução de 3 meses de aluguel
Parcelamento do Seguro FiançaValor total depositado à vista e integralmente na conta poupança
Engloba as garantias de preservação do imóvelValor único a ser utilizado para todas as garantias
Garantia de pagamento do IPTUValor único a ser utilizado para todas as garantias
Seguro Fiança ou Depósito Caução

Fiador X Cheque Caução

Por fim, a última modalidade de seguro locatício, o fiador.

Inegavelmente, o fiador é talvez a prática mais antigo quando se trata de alugar um imóvel. Portanto, você como corretor experiente na área já deve ter pelo menos uma noção básica da sua utilização.

Em resumo, o fiador nada mais é que uma terceira pessoa envolvida na transação. Onde ele então, garante que o locatário vai honrar com os pagamentos mensais do aluguel do imóvel.

Assim, por sua vez, caso não haja o cumprimento o locador pode sem dúvida, acioná-lo como credor também.

Assim como nas demais formas que apresentamos, veja a tabela de prós e contras:

FiadorCheque Caução
Normalmente, o fiador deve ter endereço na cidade de locação do imóvelNão é necessário o envolvimento de outras pessoas na locação do imóvel
Mais burocrático porque será feita análise em órgão de proteção ao créditoNão há burocracia para utilizar o cheque caução.
Alguém que esteja disposto a se responsabilizar pela possível dívida de outrosNão é necessário o envolvimento de outras pessoas na locação do imóvel
Não há valores assegurados e garantidos para o locador do imóvelHá um valor acordado e já pré destinado como garantia para o locador do imóvel
Fiador ou Cheque Caução

Por mais que possa parecer desafiador escolher junto com seus clientes entre uma forma de garantia de locação e outra, acreditamos que esse conteúdo simplificado tenha te orientado.

Você pode também, se preferir, utilizar qualquer uma dessas tabelas como esboço para apresentar aos seus clientes. E por sua vez, se abstrair da responsabilidade de escolha.

Deixando assim, a critério e acordo deles.

Você prefere trabalhar com qual forma de garantia locatícia com seus clientes? E porque? Conte um pouco para nós sobre sua experiência.

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!

Deixe uma Resposta

Works with AZEXO page builder