🕗 Tempo de leitura: 10 minutos

Certamente, todo corretor de imóveis precisa lidar com diversas perguntas e respostas sobre a compra e venda de imóveis quando atende um cliente.

Saber então, quais as melhores respostas para essas perguntas frequentes com toda a certeza, vai te ajudar.

Além disso, você pode optar por utilizar a ideia desse artigo e incluir no seu site imobiliário uma página exclusiva de FAQ (Frequently Asked Questions) ou em português: Perguntas Frequentes.

Assim, você vai ajudar muitas pessoas antes mesmo delas entrarem em contato com você.

E por sua vez, há uma probabilidade muito maior, de você ser escolhido como corretor de imóveis daquele visitante. Uma vez, que você já o ajudou bastante e gratuitamente. Faz sentido?

Vamos então, as melhores perguntas e respostas sobre compra e venda de imóveis que assolam o mercado imobiliário.

Leitura Obrigatória: Técnica de Vendas de Imóveis: Tudo o que Você Precisa Saber

6 Formas de Usar Perguntas e Respostas Sobre Compra e Venda de Imóveis

Formas de Usar Perguntas e Respostas Sobre Compra e Venda de Imóveis

Nós já demos uma ideia de utilizar essa lista no seu site imobiliário, em uma página de FAQ. Mas, fora isso, existem outras alternativas, vamos à elas:

  1. FAQ no site imobiliário
  2. Treinamento de novos corretores de imóveis da equipe
  3. Conteúdo publicitário
  4. Artigos no blog imobiliário
  5. Cartilha de captação de imóveis
  6. Apresentação do corretor (ou imobiliária)

1. FAQ no Site Imobiliário

A ideia é que você propicie informações referentes ao mercado imobiliário no seu site.

Muitas pessoas que estão a procura por comprar um imóvel, com certeza ainda tem diversas dúvidas.

E tão importante quanto mostrar sua carteira de imóveis disponíveis para a venda é se mostrar como uma fonte de conhecimento e aumentar a sua autoridade como profissional do mercado imobiliário.

Por isso, uma FAQ no site da imobiliária é uma ótima alternativa.

2. Treinamento de Novos Corretores

Toda vez que um novo corretor de imóveis adentrar seu time comercial ele precisa seguir o padrão de atendimento exigido pela imobiliária.

Muitas vezes, o corretor não tem ainda toda a experiência e expertise de mercado. Portanto, utilizar essa lista de perguntas e respostas sobre a compra e venda de imóveis para auxiliar no treinamento fará toda a diferença.

Assim, não importa se o corretor é recém formado ou não. Ele vai atender o cliente com a mesma capacidade que um corretor experiente da sua imobiliária.

3. Conteúdo Publicitário

Além das duas opções anteriores você pode criar um conteúdo exclusivo com algumas dessas perguntas e respostas sobre a compra e venda de imóveis na região em que atua e divulgar em suas redes sociais através de uma landing page.

Já pensou na quantidade de leads que você pode gerar?

Para saber como trabalhar com landing pages imobiliárias, veja no conteúdo.

Leitura Complementar: 4 Landing Pages Imobiliárias que Convertem como Loucas

4. Artigos no Blog Imobiliário

Uma vez que o intuito dessa FAQ é educar o mercado imobiliário de compradores e proprietários.

Além de garantir exposição da sua marca de maneira que mostre que você é realmente um profissional qualificado para intermediar a negociação. Nada melhor do que trabalhar de maneira mais completa com uma dessas perguntas ou um pequeno conjunto delas.

Assim, você pode escrever um artigo completo no seu blog, falar bastante a respeito daquele assunto e até ajudar a transformar o conhecimento sobre a compra e venda de imóveis atualmente.

5. Cartilha de captação de imóveis

Certamente é um dos processos mais trabalhosos do corretor de imóveis. Fazer novas captações.

Você pode encontrar diversos obstáculos no meio do caminho.

Então, pensando em mudar um pouco a sua abordagem, que tal imprimir (e se possível encadernar) um manual para a venda do imóvel e nele, também, incluir as perguntas frequentes que os proprietários tem já com as respostas.

É possível que além de você garantir a captação consiga também a exclusividade de negociação.

6. Apresentação do corretor (ou imobiliária)

Toda vez que você se apresenta como corretor de imóveis para um novo cliente, principalmente um potencial comprador você precisa repassar suas qualificações, sanar as principais dúvidas e se provar como confiável para encarar o desafio de vender um imóvel para aquele cliente. Certo?

E você já pensou em montar um material com essas perguntas e respostas sobre a compra e venda de imóveis, voltada apenas para o comprador.

Com respostas as principais perguntas e sua apresentação completa como corretor de imóveis?

Então, você pode enviar esse material gratuitamente por e-mail ou em mãos, quando um cliente visitar sua imobiliária.

Fantástico concorda? Quantos corretores colegas você conhece que fazem um trabalho diferenciado?

Seja você esse ponto de ‘desequilíbrio’ no mercado imobiliário.

21 Perguntas e Respostas Sobre Compra e Venda de Imóveis

21 Perguntas e Respostas Sobre Compra e Venda de Imóveis

1. Além do valor do imóvel, quais outros valores devo pagar?

Resposta do Corretor:

“Além do valor do imóvel previamente acordado, é de resposabilidade do comprador arcar com outros custos para a compra de um imóvel. Como por exemplo:

  • ITBI – Que pode variar de 2% a 5% sobre o valor total do imóvel e é pago ao município.
  • Registro de compra no cartório – O valor pode variar de acordo com o estado (inclua o valor aqui de acordo com a sua região de atuação)
  • Escritura pública do imóvel – Em média a escritura pública do imóvel custa 0,6% do valor total do imóvel.

Mas, se você estiver comprando seu primeiro imóvel de no máximo 500 mil reais você tem um desconto de 50% nos valores de registro do imóvel e escritura.”

2. Quais os documentos eu preciso apresentar para comprar um imóvel?

Resposta do Corretor:

“Se você for comprar um imóvel como Pessoa Física, já deve deixar separado os seguintes documentos:

  • Cópia do RG
  • Cópia do CPF
  • Comprovante de Residência (xerox)
  • Comprovante de estado civil (cópia)
  • Carteira de trabalho (cópia)
  • Extrato do FGTS (em caso de utilizá-lo para a compra do imóvel)
  • Se casado, apresentar os mesmos documentos do cônjuge
  • Se for separado, apresentar a cópia da certidão de casamento com averbação
  • No caso de ser empresário apresentar declaração de imposto de renda”

Leitura obrigatória: Documentos Necessários para Venda de Imóvel (Check List Completo)

3. É possível comprar um imóvel financiado sem valor de entrada?

Resposta do Corretor:

“Sim, é possível comprar um imóvel financiado sem pagar nenhum valor de entrada. Nesse caso, você pode negociar diretamente com a construtora (se for um imóvel na planta ou recém entregue) e acertar o financiamento sem entrada.

Mas, se o financiamento for feito através de um banco ou através de programas como por exemplo MCMV você não vai conseguir comprar sem entrada. Isso porque nenhum banco atualmente financia 100% do valor do imóvel. No máximo 80%. Ou seja, os demais 20% precisam partir de você.

Nesse caso, vale a pena conversar com seu corretor de imóveis sobre uma alternativa de negociação com o proprietário para o pagamento desses 20%.”

4. Quem vai pagar a comissão do corretor de imóveis (ou imobiliária)?

Resposta do Corretor:

“Paga a comissão do corretor de imóveis o proprietário do imóvel. Que por sua vez, contratou os serviços de corretagem para encontrar um comprador.

Há casos em que, de comum acordo (entre proprietário e comprador) que a comissão do corretor é dividida entre as partes. Mas, não é comum.”

5. Vale a pena comprar um imóvel com o mercado imobiliário em “crise”?

Resposta do Corretor:

“Quando você escuta falar que o mercado imobiliário está em crise, normalmente é porque existe uma alta demanda de imóveis à venda, para uma procura pequena. Nesse sentido, se você estiver em condições de realizar um compra é certamente, um dos melhores momentos. Onde você pode encontrar imóvel muito bons por valores abaixo do convencional no mercado.”

6. É melhor comprar um imóvel pronto e novo ou em obras?

Resposta do Corretor:

“Anteriormente era considerado que a compra de um imóvel na planta (em obras) era mais vantajoso para o cliente do que comprá-lo quando estivesse pronto. Mas, essa visão já mudou muito.

E agora é mais uma questão de preferência e prazos do que realmente de vantagens.

Quando se compra um imóvel que ainda está em obras você pode fazer algumas mudanças na planta o que é bom. Mas, em contra partida vai acordar com uma taxa adicional de custos de obras.

Enquanto, um imóvel pronto e novo, você não pode fazer alteração nenhuma. Mas, ele já está entregue, pronto para você morar e sem nenhum encargo adicional. Ainda que o valor esteja um pouco maior do que quando estava em obras. Vale a pena!”

7. Porque eu tenho que pagar taxa de obras?

Resposta do Corretor:

“A taxa de obras é cobrada somente em compras por meio de um financiamento para imóveis que são adquiridos ainda na planta.

Ela é cobrada durante o período da assinatura do contrato até a entrega das chaves.

A taxa de obras então, se refere ao juros cobrados por parte da instituição financeira junto à construtora pelo financiamento da construção.

Por sua vez, todos os compradores que adquirirem imóveis ainda na fase de construção, contribuem com o pagamento dessa taxa.”

8. Qual a diferença entre contrato de compra e venda de imóveis e a escritura definitiva?

Resposta do Corretor:

“O contrato de compra e venda de imóveis é feito assim que há um acordo entre ambas as partes para realizar a transação de compra de um imóvel.

Esse contrato então, pode ser efetivado através de um instrumento particular ou por instrumento público que nesse caso é lavrado em um cartório de notas.

Quanto a escritura definitiva é o documento pelo qual se transmite a propriedade legal do imóvel. Exceto em casos de compras feitas à vista a escritura definitiva só é entregue após a quitação do imóvel. Seja por meio de financiamento bancário ou qualquer outra forma de compra.”

9. Se o imóvel apresentar algum problema depois que eu comprei eu posso reclamar?

Resposta do Corretor:

“Quando se trata de um imóvel novo ou até mesmo na planta existe uma garantia de em média 12 meses para eventuais transtornos ou até mesmo pinturas que sejam necessárias.

Quando a compra é feita através de um financiamento bancário, o próprio banco já “embuti” no seu saldo devedor o valor de um seguro obrigatório.”

10. Posso vender um imóvel mesmo que ele esteja financiado?

Resposta do Corretor:

“Sim, é possível fazer a venda de um imóvel, mesmo que ele já esteja financiado. Há nesse caso porém uma burocracia um pouco maior se o novo comprador for optar por financiar o imóvel também. Mas, é possível.”

Leitura Obrigatória: Financiamento: O Guia Completo Para o Atendimento ao Cliente

11. Como eu vou saber se o valor do imóvel é justo?

Resposta do Corretor:

“Basta você conversar com seu corretor de imóveis de confiança e solicitar uma análise do mercado imobiliário daquela região. Você pode também solicitar o valor de venda dos imóveis daquele local nos últimos 4 ou 5 meses por exemplo. Um bom corretor de imóveis vai conseguir te repassar essas informações e te orientar sobre o valor justo de um imóvel.”

12. Como eu sei se o imóvel vai valorizar ou desvalorizar ao longo do período?

Resposta do Corretor:

“Não existe uma regra clara sobre a valorização de um imóvel. Mas, o que seu corretor de imóveis pode fazer é um levantamento dos projetos de expansão e melhorias a longo prazo que fazem parte do planejamento daquela região.

Assim, você pode ter uma ideia sobre a valorização ou não. Por exemplo, há um terreno próximo que está cotado para se tornar um grande Shopping, isso certamente vai aumentar o valor do m² naquela região, concorda?”

13. Qual o valor do imóvel para participar do programa do governo MCMV (Minha Casa Minha Vida)?

Resposta do Corretor:

“Os imóveis que se enquadram dentro do programa MCMV do governo devem ser avaliados em no máximo 240 mil reais. Isso para os estados do Sudeste, Sul e Centro-Oeste. Já para estados da região Norte e Nordeste o valor máximo do imóvel cai para 180 mil reais.”

14. Como funciona o financiamento pela tabela Price e SAC?

Resposta do Corretor:

“O sistema SAC financia até 80% do valor do imóvel. Na prática e de maneira fácil, você vai pagar parcelas um pouco maiores no inicio. Porém, a redução será enorme até o final do seu financiamento. Isso porque nesse sistema a taxa de juros é calculada apenas sobre o saldo devedor. E não, sobre o total financiado.

Já o Sistema PRICE financia até 70% do valor do imóvel e a principal característica é a parcela fixa. Ou seja, o juros é calculado uma vez, em cima do saldo devedor total e parcelado. Então, você não tem alteração no valor das parcelas.”

15. Quanto tempo em média demora a venda de um imóvel na região?

Resposta do Corretor:

Dê a resposta à essa pergunta de acordo com o histórico de vendas que você (e seus colegas) realizaram durante o último ano naquela região.

Nesse caso, fica complicado sugerirmos uma resposta como fizemos até agora porque é algo regional e com muita variação. Mas, pesquise, e forneça você essa resposta de acordo com sua área de atuação.

16. O que eu encontro de vantagens nesse bairro?

Resposta do Corretor:

Mais uma vez, como anteriormente, essa resposta é singular e particular de acordo com a área de atuação de cada corretor de imóveis e principalmente sua especialidade.

Nossa sugestão é que você utilize nessa resposta além das características os benefícios. Pois, como já sabemos são eles que serão capazes de persuadir seu cliente e encantá-lo para realizar a compra de um imóvel.

17. Como eu sei que vale a pena sair do aluguel para comprar um imóvel?

Resposta do Corretor:

“Se o aluguel que você paga hoje ocupa até 30% da sua renda familiar vale a pena pensar na compra de um imóvel. Isso porque, muitas vezes você vai encontrar formas de pagamento de condições que vão te permitir ter uma parcela igual ou menos que a do seu aluguel atualmente e que por sua vez, vão te proporcionar uma casa própria.

Só não vale a pena sair do aluguel quem realmente ainda não tem condições de financiar um imóvel ou comprá-lo à vista. Ou que o valor do aluguel é muito baixo em comparação a parcela de um financiamento. Fora isso, imóvel nunca vai deixar de ser um ótimo investimento”.

18. Quando é possível utilizar o FGTS para comprar um imóvel?

Resposta do Corretor:

“Os recursos do FGTS podem ser utilizados para a compra de imóveis até 500 mil reais e que sejam residenciais urbanos.

Para utilizar o FGTS na compra de um imóvel será preciso comprovar que você trabalhou pelo menos 3 anos com a carteira assinada sob o regime do FGTS.

Se você for proprietário de algum imóvel (construído ou em construção) no município onde deseja realizar uma compra ou na região metropolitana da cidade também não poderá utilizar o FGTS para isso.”

19. Quais as formas de compra de um imóvel são disponíveis no mercado?

Resposta do Corretor:

“Existem pelo menos 3 formas de comprar um imóvel, sendo elas:

  • A compra à vista
  • A compra financiada – com um banco ou com a construtora
  • Através de Consórcio Habitacional – por meio de uma carta de crédito”

20. Quando o imóvel é quitado como devo proceder?

Resposta do Corretor:

“Assim que concluir com os pagamentos referente a compra do seu imóvel você deve em primeiro lugar providenciar a escritura definitiva. Para isso, basta ir até o Cartório de Notas com seus documentos pessoais, a prova da quitação do imóvel e o contrato.

Então, registre a escritura no Cartório de Registro de Imóveis e assim, você vai garantir a propriedade do imóvel.

Depois é só ir até a prefeitura e solicitar a alteração de nome no IPTU.”

21. Como funciona o contrato de compra e venda e quais cuidados devo ter?

Resposta do Corretor:

“O contrato de compra e venda de um imóvel é o documento onde vão constar todos os acertos, valores, dados do comprador e vendedor além dos dados do imóvel, forma de pagamento, valores de entrada e etc. Ou seja, é o documento que dita a obrigações e direitos entre ambas as partes em uma negociação de compra e venda de imóvel.

Então, antes de assinar um contrato, preste atenção em alguns itens importantes:

  • Somente assine um contrato na presença do seu corretor de imóveis devidamente regulamento no CRECI
  • Se houver alguma dúvida em qualquer cláusula do contrato, não assine e peça orientação ao seu corretor de imóveis ou a um advogado.
  • Os dados pessoais do vendedor bem como o endereço do imóvel, metragem quadrada, área útil, número do registro, preço, prazos e formas de pagamentos, taxa de juros e etc, devem constar no contrato. Se não estiverem lá, não assine e peça que o mesmo seja incluído.
  • Exija que você tenha uma cópia do contrato devidamente assinado por ambas as partes e duas testemunhas.

Você acha que deixamos de fora alguma pergunta importante que você recebe com frequência? Escreva ela nos comentários junto com sua melhor resposta.

Boa Sorte e Boas Vendas

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!

2 Comentários

  1. Neya

    Amei, bem exclarecedor

Deixe uma Resposta

Works with AZEXO page builder