🕗 Tempo de leitura: 2 minutos

Neste artigo, vamos esclarecer uma das principais dúvidas que muitas pessoas possuem. O que é a matricula do imóvel?

Muitas pessoas já devem ter se perguntado: O que é a matricula de um imóvel? Pois bem, em termos simplórios, nada mais é que a certidão de nascimento de um imóvel.

Ou seja, a qualificação do mesmo e garantia de existência perante a sociedade.

Acima de tudo, no processo de compra e venda de um imóvel, diversos documentos são solicitados. O corretor de imóveis deve saber exatamente quais são eles e como proceder.

Em ordem:

  • Assinatura do contrato de compra e venda do imóvel
  • Lavratura da escritura de compra e venda (feita no cartório de notas)
  • Averbação da aquisição na matrícula do imóvel (feita no cartório de registro de imóveis)

O que é a matricula do imóvel?

É um documento oficial, cedido pelo cartório de registro de imóveis da sua cidade. Onde deve conter todo o histórico do imóvel, como por exemplo:

  • Localização
  • Alterações ocorridas
  • Hipotecas
  • Alienações fiduciárias
  • Transações de compra e venda
  • Qualificação dos proprietários

Veja um exemplo:

O que é a matricula de um imóvel. Exemplo

Quando a matricula deve ser aberta?

Primeiramente, em apenas 5 circunstâncias a matrícula é aberta, sempre no cartório de registro de imóveis.

  • Por ocasião do primeiro registro do imóvel
  • Nos casos de fusão do imóvel
  • No caso de averbação do imóvel
  • Por requerimento do proprietário
  • No caso de loteamentos, para cada lote individual.

De acordo com o que falamos anteriormente, para se concretizar a venda de um imóvel, é preciso fazer a averbação da aquisição na matrícula. Só assim, o proprietário tem a segurança que o imóvel é de propriedade do mesmo.

A fim de garantir a idoneidade da negociação, aconselhamos que as imobiliárias e corretores de imóveis, façam a solicitação da matricula do imóvel no cartório, antes de iniciar a negociação do mesmo.

Dessa forma, pode-se ter certeza que a pessoa que está vendendo é mesmo a proprietária.

Você também pode solicitar a matricula do imóvel online, de forma simples através do cartório 24hs.

Esperamos que esse breve artigo possa ter esclarecido suas dúvidas. Caso tenha alguma pergunta, deixe nos comentários!

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!

10 Comentários

  1. Terezinha dos Santos Landim

    Minha vizinha me pediu a matrícula do meu imóvel para comprovar endereço junto a justiça sobre inventário do imóvel da mesma estou receosa e legal ou não peço orientação

    • Paola Santoro

      Oi Terezinha,

      Fico muito insegura de te orientar assim, com poucas informações.

      A minha sugestão é que você procure um advogado ai na sua cidade, mostre tudo para ele e siga as orientações que ele te passar.

      Um abraço.

  2. Cláudia Lyra Da Silva

    Sou inventariante a um conflito família onde um dos membros não quer me ceder a matrícula como faço para pegar

  3. Izonete

    Olá comprei uma área de 10.000 mil metros, contrato de compra e venda. Existe uma matrícula de área total, em nome do antigo proprietário. Como faço pra obter matrícula em meu nome? Deste 10.000 mil metros.

    • Paola Santoro

      Olá Izonete,

      Acredito que se você for até o cartório de registro de imóveis ai da sua cidade

      com o documento de quitação de compra dessa área, você consiga fazer a transferência da matrícula.

  4. Kauê Pereira da Silva

    se houver um compromisso de compra e venda escrito entre as partes, e registrado junto a matricula do imovel, a pessoa seria proprietario do bem?

    • Paola Santoro

      Kauê,

      Somente um contrato de compra e venda com a transferência de propriedade faz a substituição na matricula do imóvel.

      Nesse caso, o compromisso, se ainda não concretizado, não é suficiente para alterar o proprietário do imóvel.

      Espero ter ajudado.

  5. Carlos Alberto de Souza Macedo

    Pela matrícula é possível saber se o imóvel tem algum impeditivo de venda?

    • Paola Santoro

      Oi Carlos,

      Na matricula do imóvel constam informações como: Localização da propriedade, metragem, proprietários atuais, transmissões, origem da compra e venda por meio de instrumento particular ou escritura pública, benfeitorias, observações, averbações e etc.

      Nesse caso, com essas informações em mãos você pode encontrar um ‘impeditivo’ para venda no caso do vendedor não ser realmente o proprietário do imóvel.

      Espero ter te ajudado!
      Um abraço!

Deixe uma Resposta

Works with AZEXO page builder