🕗 Tempo de leitura: 5 minutos

No artigo de hoje revelamos 6 erros comuns na fotografia imobiliária e como corrigi-los à partir de hoje.

Má iluminação, linhas tortas e ângulos desajeitados fazem as fotos dos imóveis parecerem amadoras. 

Mas qual a diferença? 

A Praedium compartilha imagens “boas” e “ruins” que exemplificam as regras de fotos de alta qualidade, além de dicas para capturar a imagem perfeita.

Veja também o guia completo sobre anúncios de imóveis: Tudo que Você Precisa para Anunciar Imóveis com o Máximo de Exposição

1. Fotografia imobiliária:
Seja consciente da posição do sol

duas imagens, de certo e errado de uma fotografia imobiliária da frente do imóvel. Uma está escura por conta da posição do sol e a outra está perfeita com a luz certa.

Uma foto exterior frontal de uma casa ou prédio é frequentemente a primeira imagem que os clientes veem em um anúncio online.

Esteja ciente, portanto, da hora do dia em que fotografa esta imagem. 

Acima, mostramos duas imagens da mesma casa para mostrar como diferentes horas do dia podem prejudicar a qualidade de uma foto. 

A foto à esquerda mostra o exterior com o sol diretamente acima, o que pode fazer a casa parecer escura. 

Por isso, é melhor fotografar quando o sol brilha diretamente na frente do imóvel. E então, ajustar a altura da sua câmera para também melhorar a foto. 

Por exemplo, na foto à esquerda, a imagem foi feita ao nível do solo. Na imagem à direita, entretanto a foto foi feita de uma posição elevada – usando uma escada. Para, então, revelar mais da casa e do quintal.

2. Fotos internas não devem comprometer a vista da janela

Duas imagens como exemplo de fotografia imobiliária mostrando a vista da janela.

Em uma foto do interior do imóvel, o que está do lado de fora importa tanto quanto o que está do lado de dentro. 

Pode ser difícil se concentrar tanto na vista interna quanto externa através das janelas. Mas, quando você define o foco da câmera para o interior, as vistas da janela podem parecer embaçadas ou escuras.

Mas se você focar na visão externa, a foto interior poderá parecer mais escura. 

É possível capturar os dois sem comprometer a foto. Fotógrafos profissionais usam alta faixa dinâmica, ou HDR, para corrigir isso. 

Na foto à direita, foi utilizada a imagem HDR para estratificar várias exposições da mesma sala em diferentes cenários de iluminação para criar uma foto em que você pode ver facilmente tanto por dentro quanto por fora.

3. Pense em uma visão mais ampla a cada foto

Exemplos de foto de imóveis com maior visão. foto da cozinha.

A lente da câmera que você escolher terá um impacto na quantidade de detalhes que você pode obter em uma foto. 

Por exemplo, uma foto tirada com uma lente grande angular, como a da direita, pode capturar mais espaço do que uma lente padrão. Enquanto fotos mais apertadas podem mostrar mais detalhes, um corretor de imóveis pode se comunicar mais sobre o espaço em uma única foto grande angular.

No caso das fotos acima, a foto grande angular mostra mais o piso de madeira e teto reformado, bem como a grande janela da cozinha e a vista natural do lado de fora.

4. Fotografia imobiliária:
Encontre a melhor posição para fotografar

Novamente duas fotos de certo e errado mostrando a diferença em uma sala de acordo com o local que se tira a foto.

A posição em que você tira uma foto em uma sala afeta a percepção de quão grande ou pequena ela é. 

Na foto à esquerda, a imagem de uma grande sala é capturada por trás do sofá, e os móveis desviam o espaço e fazem com que a sala apareça mais apertada (mesmo quando uma lente grande angular foi usada). Mas ao fotografar do lado do sofá, o espaço parece maior.

O exemplo idêntico ao anterior porém a imagem mostra duas fotos de um quarto de casal. Para seguir a regra das 3 paredes. Mostra na imagem correta a cama, ventilador, varanda, televisão e cabeçeira.

Outro conjunto de fotos de um quarto mostra a importância da “regra das três paredes”. 

Tente enquadrar uma foto para capturar três paredes em um ambiente, o que pode proporcionar maior equilíbrio e escala. 

Tirar uma foto de uma porta geralmente oferece uma visão de apenas um canto do cômodo e pode fazê-lo parecer menor. 

Experimente diferentes ângulos na tentativa de capturar três paredes (provavelmente será necessária uma lente grande angular).

5. Fotos de smartphones matam a iluminação

Fotografia imobiliária perfeita, mostrando o antes e o depois para fotos que são tiradas de telefones.

Não subestime o poder de uma ótima iluminação. As duas fotos acima foram tiradas com as luzes da sala acesas e as cortinas abertas para revelar a luz natural. 

Então, por que a diferença de brilho? As foto ‘ruim’ foi tirada com um Smartphone.

A fotografia bem iluminada foi tirada com uma câmera DSLR e um flash externo. A DSLR lida com qualquer configuração de pouca luz muito melhor do que qualquer telefone celular.

Porém, algum software de edição de fotos também pode ser usado para iluminar manualmente as fotografias após a produção.

6. Um tripé pode diminuir o risco de erro humano

fotografia imobiliária, a importância de utilizar um tripé.

Fotos tortas são chocantes. Justamente por isso que é melhor usar um tripé para fotos mais uniformes. 

A foto à esquerda foi tirada sem um tripé, enquanto a foto à direita foi tirada com um tripé. 

Não usar um tripé para fotografia imobiliária também pode degradar a nitidez de uma foto, já que a câmera treme quando a pessoa fotografa.

Reforçando então: Um tripé não apenas mantém a câmera reta, mas também ajuda a eliminar a desfocagem.

A importância da fotografia imobiliária

É nítido o aumento extraordinário da procura por imóveis através da internet. Ainda que um possível comprador se dirija até a imobiliária, certamente ele pesquisou online antes de fazer isso.

E por esse motivo, é tão importante o trabalho com a fotografia imobiliária. Para que assim, seja possível destacar o seu trabalho dos demais.

Tornar a fotografia dos imóveis que você captou em profissionais, além de aumentar a sua credibilidade como profissional imobiliário certamente vai te render bons frutos, ou melhor, bons leads!

Se está fora do seu orçamento contratar uma empresa especialista em fotografias imobiliárias, utilize essas dicas e se aprofunde no assunto para que você mesmo possa começar a fotografar imóveis que realmente vão gerar contatos.

E aí, consegue aplicar essas dicas na sua próxima captação de imóveis? O que achou?

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!

2 Comentários

  1. Antonio Theodorovicz

    Muito bom. Ajuda muito.

Deixe uma Resposta

Works with AZEXO page builder