🕗 Tempo de leitura: 3 minutos

Como empreendedor você precisa saber como organizar uma imobiliária para obter mais lucratividade e assertividade em suas ações.

Sem dúvida, o sucesso do seu negócio é consequência de uma boa gestão. Acima de tudo é preciso compreender o que é necessário para conseguir organizar uma imobiliária e qual o ponto de partida. Por isso elencamos em apenas 3 etapas, como organizar e os benefícios que terão o seu negócio.

Veja também: O Guia completo sobre Gestão Imobiliária

1. Sistema de gestão imobiliária. Organizando sua carteira

Embora você saiba quais os imóveis de maior valor na sua imobiliária e como anda sua cartela de clientes. É necessário um sistema de gestão para começar a organizar sua imobiliária.

Com o intuito de proporcionar uma visão ampla e clara sobre o seu negócio. Todos os imóveis, clientes e proprietários precisam estar bem catalogados dentro do seu sistema. Dessa forma, é possível que você determine qual será o foco da imobiliária.

Um bom CRM imobiliário, permite:

  • Cadastrar com facilidade todos possíveis compradores
  • Cadastro rápido e completo de todos os imóveis
  • Anúncios integrados (site próprio e portais imobiliários)
  • Cruzamento de perfis: Cliente X Imóvel
  • Visualizar qual canal de anúncio traz mais clientes

Dessa maneira, você visualizará com clareza o que está acontecendo na sua imobiliária. Como seus corretores estão trabalhando, qual a frequência de captação de imóveis, entrada de clientes, taxas de conversão do funil de vendas e etc.

CRM Imobiliário: Cruzamento de perfis cliente x imóvel

2. Como organizar uma imobiliária com um funil de vendas

O funil de vendas imobiliário, visa aumentar os resultados dentro da sua empresa. Trazendo previsibilidade nos ganhos futuros e insights para treinamentos do processo de vendas.

Por esse motivo, o funil de vendas precisa ser utilizado por toda a equipe de corretores. Dando uma visão clara e objetiva ao proprietário ou gerente da imobiliária, se a jornada de compra do cliente esta sendo seguida conforme o planejado no script de vendas.

Dessa forma, será possível ter a percepção macro de toda a jornada que o cliente faz para concluir uma negociação com a sua empresa.

A ideia é que nenhuma etapa do processo de vendas seja ignorada ou antecipada pelo corretor. Bem como permitir que você saiba suas taxas de conversão de etapa para etapa.

A utilização correta do funil de vendas deve apontar indicadores primordiais para organizar os atendimentos da sua imobiliária, tais como:

  • Nº de contatos que os corretores recebem por dia, mês
  • Nº de contatos necessários para agendar uma visita
  • Quantas visitas são realizadas para gerar uma proposta
  • Melhor horário de atendimento
  • Qual o tempo de resposta da imobiliária e sua eficácia
  • Qual etapa do funil de vendas precisa ser aprimorada

Ou seja, você começa a obter dados concretos sobre o andamento da sua imobiliária. De tal forma, que possa estabelecer metas claras e atingíveis ao seu time de corretores. Com isso, é possível determinar:

  • Tempo de crescimento da empresa
  • Valor de investimento necessário
  • Qual investimento traz o melhor retorno (para fechamento de vendas)
  • Onde seus corretores “perdem” a venda
CRM Imobiliário: Etapas do funil de vendas

3. Gestão financeira da imobiliária

Não há como falar em organizar uma imobiliária, sem falar de gestão financeira. É por intermédio da gestão financeira que o proprietário pode se preparar para qualquer contingência no seu negócio.

Realizar o acompanhamento de todas as finanças da imobiliária é um desafio grande. Embora, um mês seja diferente do outro. É possível traçar um parâmetro com previsibilidade.

Imobiliárias que trabalham com a administração de imóveis. É possível ter uma previsão de fluxo de caixa com maior facilidade. Cruzando as receitas recorrentes da administração com as despesas fixas (água, luz, aluguel e etc).

Sendo assim, aconselhamos o uso de um sistema de controle financeiro. Não apenas para organizar, mas também para agilizar todos os processos internos.

Por exemplo:

  • Emitir boletos de forma automática
  • Realizar cobranças automatizadas (e-mail ou SMS)
  • Área do cliente para impressão de 2° via de boletos
  • Fluxo de caixa consistente
  • Visão geral do quadro de receitas

Seja como for, todas as etapas que sugerimos são para “nortear” quem pretende começar ou aprimorar a organização da imobiliária. Uma vez que colocado em prática fará diferença nos processos e otimização do tempo de trabalho.

Conte para nós! O que achou do artigo? Ou qual sua maior dificuldade em organizar sua imobiliária? Será um prazer responder seu comentário.

Boa sorte e boas vendas!

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!

Deixe uma Resposta

Works with AZEXO page builder