🕗 Tempo de leitura: 5 minutos

Agora, as casas estão sendo modernizadas com tecnologia de ponta que permite que os proprietários controlem suas vidas remotamente.

As casas inteligentes, como são chamadas as residências com alta tecnologia implantada para comodidade dos usuários, vem crescendo sua adesão cada vez mais no mercado imobiliário atual.

Hoje em dia, você não consegue ir muito longe sem ver algo “inteligente” e aparentemente essencial para nossas vidas. Desde os nossos telefones e TVs até nossos carros e relógios. Agora em uma escala muito maior: Nossas casas.

O que é uma casa inteligente?

A definição de casas inteligentes é justamente uma casa equipada com produtos inteligentes conectados por Wi-Fi ou Bluetooth para controlar ou automatizar as funções de um imóvel. 

Isso inclui:

  • Termostatos que aprendem a ajustar a temperatura automaticamente com base em sua programação
  • Lâmpadas que podem ser controladas do telefone
  • Portas que travam automaticamente quando o proprietário sai de casa
  • Ar condicionado que pode ser ligado remotamente via smartphone
  • Câmeras de vigilância que podem ser controladas e monitoras remotamente
  • Elementos de paisagismo e muito mais

Em outras palavras, qualquer objeto ou funcionalidade dentro de uma casa onde permite que o usuário possa controlar a partir do seu smartphone, tablet ou notebook se qualifica como inteligente.

Casas inteligentes no mercado imobiliário

O termo “casas inteligentes” no início dos anos 80 passou a ser utilizado para se referir a uma casa automatizada que responde às necessidades e desejos do morador ajustando a iluminação, a temperatura e até a música ambiente.

Os benefícios foram:

  • Habitação mais segura
  • Mais confortável
  • Mais econômica

Hoje, as casas inteligentes evoluíram dentro do mercado imobiliário, como resultado de dispositivos tecnológicos relativamente baratos que podem ser operados por meio de um smartphone ou tablet com dados acessíveis on-line por meio de uma interface centralizada. 

Lembrando que segurança e gerenciamento de energia continuam sendo os principais motivos pelos quais os proprietários desejam dispositivos domésticos inteligentes.

O investimento em casas inteligentes

De acordo com uma pesquisa americana, quase metade dos consumidores pesquisados ​​(45%) possuía tecnologia de casa inteligente ou planejava investir nela. 

E mais da metade dos proprietários (54%) compraria ou instalaria produtos domésticos inteligentes se estivesse vendendo sua casa e soubesse que os dispositivos ajudariam a vender o imóvel mais rapidamente.

Entre os que investem em produtos domésticos inteligentes, 65% pagam US $ 1.500 ou mais e 40% pagam US $ 3.000 ou mais para tornar sua casa inteligente.

O interesse em investir em tecnologia inteligente é um pouco maior para a geração Y.

Mas a tecnologia de casas inteligentes não é apenas para os ricos, segundo a mesma pesquisa. Os americanos com renda familiar de US $ 50.000 a US $ 75.000 estão adotando a tecnologia doméstica inteligente quase no mesmo ritmo que aqueles com renda de US $ 75.000 a US $ 100.000.

Casas inteligentes no mercado imobiliário brasileiro

O Brasil aos poucos começa a familiarizar com o termo e utilização de casas inteligentes. Então, a perspectiva é que esse interesse só aumente com o decorrer do tempo no cenário imobiliário nacional.

Isso porque observamos a chegada por exemplo do Google Assistent em português e a promessa da Amazon em trazer a Alexa para o mercado Brasileiro.

Fora isso, vemos os esforços de fabricantes nacionais e internacionais em criar mais ferramentas inteligentes para residências e fomentar esse interesse entre os brasileiros.

Porém se observarmos o conceito de casas inteligentes apenas como habitações interligadas à dispositivos móveis já vivemos essa realidade no Brasil à pelo menos 10 anos.

Transmitindo as informações da pesquisa americana citada anteriormente para o mercado brasileiro, os dados não se alteram muito.

Portanto, a ideia nesse momento é validar que não é preciso ter muito dinheiro para começar a investir em casas inteligentes.

E por sua vez, o retorno sobre o investimento quando for vendido esse imóvel é inegavelmente maior.

No mercado imobiliário atual, uma casa pode ser uma casa inteligente a qualquer preço e nível de renda do comprador. 

Por isso, acreditamos que investir em casas inteligentes vale o custo. Atualmente, cria um fator diferenciador significativo no mercado que pode ajudar o imóvel a vender mais rapidamente.

O papel do corretor de imóveis com a tecnologia inteligente

A onipresença de produtos inteligentes aumentou rapidamente nos últimos anos. Por exemplo, no mercado de luxo, uma casa está quase em desvantagem se não tiver elementos residenciais inteligentes. 

Por esse motivo é cada vez mais necessário que o corretor de imóveis esteja familiarizado com a tecnologia inteligente e o conceito de casas inteligentes. Seja ela para atender um cliente de alto padrão ou não.

Da mesma forma, é papel do corretor de imóveis indicar a seus clientes proprietários no momento da captação de um imóvel a possibilidade de integrá-lo de forma inteligente para maiores chances de venda no mercado imobiliária atual.

Os corretores nesse caso, não apenas devem testar alguns dos produtos, mas também devem ajudar seus clientes a encontrar descontos e recompensas por tecnologia inteligente.

Produtos domésticos inteligentes também são bons presentes para suas ações de pós venda no mercado imobiliário.

Dispositivos para casas inteligentes

Como havíamos citado anteriormente o Google chega ao Brasil para reorganizar a casa, literalmente. Com o Google Assistent agora em Português a empresa estima que mais de 30 dispositivos podem ser utilizados nas casas inteligentes no mercado imobiliário brasileiro.

Entre eles encontramos por exemplo:

  • Caixas de som que dialogam com Android TV
tv que conversas com caixas de som. para casas inteligentes.
  • Lâmpadas inteligentes da Phillips
lâmpadas inteligentes da phillips para casas inteligentes
  • Aspirador robô da Roomba 890
aspirador de pó robô para casas inteligentes.
  • Câmera de vigilância DCS-8000LH da D-Link
câmera de vigilância

Todos eles conectados ao serviço de voz do Google e capazes de ouvir e responder em português claramente.

Corretor de imóveis: Como falar com os clientes sobre casas inteligentes

O conceito de casa inteligente com uma sala inteiramente conctada.

Oferecemos essas dicas para os corretores imobiliários que desejam aconselhar seus clientes sobre as casas inteligentes:

  1. Lembre-se do seu cliente-alvo:
    O que esse cliente gostaria de ver em uma casa? Que tipo de conveniência eles gostariam?
  2. Se os clientes proprietários tiverem uma casa antiga:
    Aconselhe-os a pensar em produtos que aumentarão o interesse de compradores, aprimorando os sistemas mais antigos. Por exemplo, se a casa antiga tiver um radiador, instale uma válvula inteligente do radiador para controlar a válvula remotamente e rastrear o uso de energia.
  3. Se o cliente mora em uma área onde há escassez frequente de água:
    Investir em um hidrômetro inteligente criará esse fator diferenciador que a maioria dos compradores notará.

Tão importante quanto ter a tecnologia em casas inteligentes, é mostrar ao seu potencial cliente sua importância.

A chave é que você saiba o valor dos produtos e como comercializá-los. Se um corretor de imóveis não pode transmitir adequadamente o valor de um dispositivo, ele também pode nem estar lá. Que não fará diferença!

Um dos maiores problemas que muitos clientes podem ver com a tecnologia empregada em uma casa é a interoperabilidade. Ou seja, como os dispositivos funcionam juntos. 

Por exemplo:

Se o alarme de fumaça disparar, e a câmera identificar que a fumaça é de alguém que está cozinhando. O sistema da casa deve então: Desativar o alarme e ajustar o termostato para remover a fumaça.

É importante compreender também que para muitos clientes interessados em casas inteligentes, essa definição só é válida se o imóvel compreender mais de 3 categorias ‘inteligentes’.

Ou seja, não basta apenas um ajuste de iluminação para tornar um imóvel em inteligente.

Exemplo de casas inteligentes

Casas inteligentes no Brasil

Você já negociou a compra e venda de uma casa inteligente? Quais as principais vantagens que identificou? Compartilhe conosco nos comentários abaixo.

Boa sorte e boas vendas!

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!

Deixe uma Resposta

Works with AZEXO page builder