🕗 Tempo de leitura: 5 minutos

Muito é discutido ainda sobre a ascensão de I-Buyers no mercado imobiliário e como profissionais do setor podem se manter relevantes em meio a era da tecnologia.

O ritmo em que tecnologias como I-Buyers vem remodelando o mercado, tende apenas a aumentar. Mas, isso não é motivo pra corretores de imóveis e imobiliárias temerem perder seus empregos.

Diferentemente de como essa tecnologia atingi os EUA, aqui no Brasil a promessa pelos maiores players do mercado é manter o trabalho do profissional para a intermediação imobiliária.

Embora esse formato de I-Buyers no mercado imobiliário simplifique as transações para compra e venda de imóveis, nada, pode superar a função do corretor como consultor imobiliário.

O que são I-Buyers do mercado imobiliário

O termo Ibuyers vem do inglês, que significa – comprador instantâneo. Por isso, este é um dos modelos mais cobiçados atualmente dentro do mercado imobiliário.

Na prática, é simples. Os compradores (I-Buyers) compram à vista imóveis residenciais usados – para então reformá-los e reintegrá-los ao mercado.

Essa é uma prática já muito utilizada no mercado americano e que chegou ao Brasil a pouco tempo, porém com muito assunto para discutir.

Nos EUA as pioneiras no setor são:

  • Opendoor: 400 milhões de dólares disponíveis para aquisição de imóveis
  • Offerpad: 230 milhões de dólares disponíveis para aquisição de imóveis

Entretanto, no mercado americano essas duas empresas não utilizam a intermediação ou parceria de uma imobiliária ou corretor de imóveis. E quando fazem a compra diretamente com o proprietário, podem cobrar uma taxa de até 7% na transação.

I-Buyers no Brasil

No Brasil, ainda faltam dados para avaliar e compreender a real oportunidade desse segmento. Mas, algumas empresas já se mostram interessadas e algumas, com um projeto em teste para utilização desse formato de negociação.

As principais I-Buyers no mercado imobiliário Brasileiro

Loft

Como uma I-Buyer, a Loft compra, reforma e vende. Isso pode ser feito diretamente com eles no site da empresa ou em parceria com um corretor de imóveis cadastrado.

I-Buyers no mercado imobiliário - Loft
I-Buyers no mercado imobiliário – Loft

No caso do corretor de imóveis se interessar por um dos anúncios dentro do site é possível inclusive baixar o que eles chamam de ‘Kit divulgação’ e assim comercializar aquele imóvel.

KeyCash

O proprietário da KeyCash é Paulo Humberg, que também é dono do primeiro E-commerce brasileiro, a Shoptime. Ele anunciou em 2018 a inauguração da sua empresa de I-buyer e afirma que:

Esse não é um mercado de um único player. Há espaço para muitos outros.

I-Buyers no mercado imobiliário - KeyCash
I-Buyers no mercado imobiliário – KeyCash

A missão da empresa, nesse caso é simplificar a vida do vendedor (proprietário) que possui um imóvel usado (ou mais antigo). O fundador complementa:

Se estiver em um dos bairros em que atuamos, podemos fazer uma oferta [de compra] em até 48 horas. Depois de adquirido o imóvel, reformamos, aumentamos a qualidade do produto e o vendemos novamente, oferecendo financiamento [também].

Grupo ZAP

A pouco lançado, o Grupo Zap também toma a frente no mercado de I-buyers dentro do Brasil.

E para viabilizar essa iniciativa, serão aportados (investidores internos e externos) aproximadamente 100 milhões de reais para a aquisição de imóveis. Que por sua vez, é equivalente à 200 ou 300 unidades (dependendo da estrutura).

I-Buyers no mercado imobiliário - Grupo ZAP
I-Buyers no mercado imobiliário – Grupo ZAP

De acordo com o CEO do Grupo Zap, não há intenção nenhuma em correlacionar as funções do grupo (anúncios de imóveis e ibuyer). E garante que não é intenção exterminar a figura do corretor de imóveis do mercado.

Pelo contrário, a ideia é fazer parcerias com imobiliárias e corretores. Para que assim, esses possam indicar imóveis a serem avaliados pelo grupo e possivelmente comprados.

No momento da revenda, também vale ressaltar que o grupo não se denomina como imobiliária e por isso, o serviço será terceirizado para uma parceira.

A meta de acordo com o CEO do grupo, Lucas Vargas é trabalhar com grupos intermediários. Ou seja, nem imóveis de luxo e nem imóveis econômicos.

Para isso, suas análises serão utilizadas tecnologias de ponta e IA (inteligencia artificial) para escolha do imóvel que será adquirido pelo grupo.

Vantagens das I- Buyers para o ramo imobiliário

Entre algumas vantagens que podemos enumerar desse mercado no Brasil a principal sem dúvida é a liquidez. Ou seja velocidade e facilidade para a compra e venda de imóveis.

Se levarmos em conta que muitas vezes a demora para comprar e vender um imóvel no Brasil se dá há altas taxas de rejeição no financiamento imobiliário. Com a entrada de I- Buyers no processo, isso certamente irá reduzir. E assim, agilizar todo o processo.

A transparência das negociações também é apontada com um fator positivo da inclusão desse modelo dentro do mercado imobiliário. Uma vez que, muitos corretores e imobiliárias custam a ganhar a confiança do seu cliente.

E como resultado final dessas características, estima-se reduzir o tempo de negociação de um imóvel em até 10 vezes. O que significa que o corretor nesse momento pode se organizar financeiramente com mais facilidade e agilidade no negócio.

O papel do corretor de imóveis com a chegada das I-Buyers no mercado imobiliário

Não há indício de que a profissão de corretor de imóveis seja extinta com essa tecnologia.

Pelo contrário, a profissão será cada vez mais especializada e necessitada. É evidente que nenhum comprador de imóveis, realizará a compra sem antes conhecer o imóvel.

Nesse momento, a venda consultiva como citamos anteriormente será cada vez mais necessária. Por isso, se você ainda não pratica suas vendas nesse formato, está na hora de mudar!

Por fim, para atender as expectativas tanto dos clientes compradores, quanto dos clientes proprietários. As I- Buyers no mercado imobiliário tem tudo para se consolidar como a maior inovação do setor.

Quais as vantagens de vender um imóvel nesse formato

Assim que você entende como funciona essa modalidade é fácil explicar para seu cliente proprietário as inúmeras vantagens. Uma delas é o dinheiro à vista na mão, em menos tempo.

Já para o profissional da corretagem, perde-se menos tempo avaliando o imóvel dentro das características da região e imóveis semelhantes. Uma vez que a própria I Buyer é encarregada de passar a melhor proposta para o seu cliente.

Quais as vantagens de comprar um imóvel com a I-Buyer

Quando indicar ao seu cliente comprador sobre realizar a compra do imóvel com um I-Buyer. Sua primeira fala deve ser para ressaltar a vantagens de comprar um imóvel onde não haverá necessidade de reforma alguma.

Até esse momento, para um comprador não precisar se preocupar com reparos nos imóveis, seria somente se ele comprasse um novo. Já com uma I-buyer, ele tem o mesmo benefício e muitas vezes por um valor menor e facilitado.

Lembrando ainda, que todas as I-Buyers nacionais que citamos nesse artigo já tem ou projetam ter parceria com instituições bancárias para financiamento imobiliário.

O que você acha dessa inovação? Deixe seu comentário.

Gostou do artigo? Compartilhe nas redes sociais!

Deixe uma Resposta

Works with AZEXO page builder